top of page

ABC dá prioridade aos associados para o jogo contra o Grêmio


Foto: ABC


O maior dos desafios. O encontro contra o Grêmio, pela Copa do Brasil, será o maior dos desafios que o ABC terá para manter o longo período de invencibilidade no Frasqueirão. Confiantes no poder do Alvinegro atuando em seu estádio, o torcedor promete encher o estádio para empurrar a equipe no primeiro dos dois duelos programados contra o campeão gaúcho. Com nove mil sócios e uma carga de 1.500 ingressos para passar ao clube visitante, a diretoria abecedista só teve como disponibilizar 4,5 mil ingressos para venda ao público.

A questão é que a lotação do Frasqueirão atualmente é de 15.082 torcedores e o clube que projetou o estádio para receber até 17 mil pessoas, ainda não conseguiu derrubar a limitação de público imposta pelas autoridades de segurança do RN desde outubro de 2013, quando a diretoria do clube potiguar foi acusada de promover a superlotação do estádio durante a vitória contra o palmeiras, pela Série B do Brasileiro.


“Essa venda avulsa deve diminuir cada vez mais. O ABC está incrementando a campanha do projeto de sócio-torcedor para que cada vez mais pessoas se tornem parceiras do clube. Até a tarde desta segunda-feira, 6 mil torcedores já tinham realizado o check in e estão com os lugares garantidos nas cadeiras ou nas arquibancadas. Se todos os 9 mil sócios fizerem o mesmo, vai sobrar muito pouco ingresso. É bem mais vantajoso para o torcedor hoje se associar ao ABC”, explicou o diretor de marketing abecedista, Roberto Medeiros.


A quantidade de ingressos avulsos é considerada tão limitada, que apenas as duas lojas oficiais do clube, do Natal Shopping e no Partage Norte Shopping, estão encarregadas de realizar a venda avulsa antecipada. Ontem foi iniciada a venda de ingressos promocionais (valor de meia-entrada) para sócios adimplentes.

“A adesão do nosso torcedor a campanha de sócio é muito importante para o clube, que deseja faturar com o projeto até o final do ano, algo em torno de R$ 3 milhões. A ideia é fechar o orçamento do clube durante a realização da Série B em R$ 15 milhões de reais, somando este valor ao que é obtido com a venda de patrocínios (R$ 2 milhões) e com a cota de participação do clube na competição nacional, que será de R$ 10 milhões. Nós acreditamos que movimentando essa quantia, daria para montar um grupo competitivo para brigar pelo acesso”, ressaltou Roberto.

Mesmo sem atingir a meta financeira desejada, a diretoria já está ofertando ao treinador Fernando Marchiori novas opções dentro do elenco. O último a chegar foi o atacante Júnior Todinho, que foi vice-campeão paulista pelo Água Santa. Caso seja regularizado, o atleta já deve ser relacionado para encarar o Grêmio. O meia Ramon também foi confirmado.


Outros dois atletas do clube paulista também estão sendo esperados pelo Alvinegro. Kady, volante, que tem um pré-contrato assinado e deve chegar nos próximos dias. O também atacante Lucas Tocantins também já teria acertado todas as bases com a direção do clube potiguar. Notícias que circulam no mercado da bola dão conta que o Goiás demonstrou interesse em Kady e essa negociação pode melar para os abecedistas, que, por sua vez, podem fazer valer a força do pré-contrato assinado entre as partes.


O Grêmio foi campeão, mas Renato comemorou o título com uma grande preocupação, que foi a questão do lateral-esquerda Reinaldo. O jogador deixou o campo no jogo do título, contra o Caxias, reclamando de problemas no joelho e passou a ser apontado como dúvida para o duelo de quinta-feira, às 21h30, em Natal.

Caso Reinaldo não tenha condições de atuar no RN, Diogo Barbosa será o único lateral-esquerda à disposição de Renato Portaluppi. Cuiabano, do sub-20 e terceiro na hierarquia, também está contundido.


Tribuna do Norte

16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page