top of page

ABC deve usar time misto contra o Força e Luz


Foto: Rennê Carvalho


A torcida do ABC não vai poder acompanhar o Alvinegro na partida desta quarta-feira às 15h, diante do Força e Luz. O jogo, válido pelo Campeonato Estadual, será disputado no estádio José Nazareno do Nascimento - Nazarenão, em Goianinha. O local está sem laudos e não pode receber o público. O Alvinegro lidera o Grupo A da competição local com 16 pontos e vive a semana do clássico contra o Rival América, líder do Grupo B com a mesma pontuação, mas com saldo de gols inferior (cinco a menos). Por isso, e pelo fato do time abecedista ter um compromisso na sequência, contra o Sampaio Corrêa, fora de casa, pela Copa do Nordeste, o técnico Fernando Marchiori deve utilizar uma equipe mesclada de titulares e reservas.


O time do ABC está empolgado com a campanha no certame local e com a excelente apresentação diante do Fortaleza, pela Copa do Nordeste. No torneio potiguar, a liderança é resultado, até o momento, de uma campanha invicta em 6 rodadas disputadas (5 vitórias, 1 empate e 0 derrotas) e com a classificação em 1º lugar com duas rodadas de antecedência. O ataque tem números importantes. São 21 gols marcados em seis jogos disputados, o que resulta em uma média de cinco gols por partida. A defesa também vive boa fase e sofreu apenas dois gols no Estadual.


"Temos um plantel muito curto e jogos a cada dois ou três dias. Estou muito preocupado com o desgaste de alguns jogadores. É humanamente impossível. Além dos jogos temos as viagens e a gente está vendo isso, porque daqui há pouco você acaba não tendo mais atletas. Estamos acompanhando a recuperação e vamos decidir sobre quem vai poder ir à campo. Precisamos ver se o tamanho desse plantel é capaz de suportar três competições quando começar a Copa do Brasil", comentou o técnico Fernando Marchiori.


Os desgastes, no entanto, precisam conviver com a pressão natural pela semana do clássico contra o América. No entanto, o treinador abecedista garante que não "pensa" nessa situação. "Eu não penso muito nisso para esse momento, pois já estamos classificados, acredito eu que o ideal é pensar no bem estar dos nossos atletas para a sequência. Então nós vamos ver o que teremos à disposição para que a gente possa colocar o que for de melhor no jogo contra o Força e Luz e depois contra o América, independente de quem entra ou não. É um grupo e a gente fala que todos precisam estar preparados. O nível mental e físico é muito grande. Esses atletas estão sendo verdadeiros guerreiros e nós com todo staff, Departamento Médico, Fisiologia, Preparação Física e Nutrição estamos fazendo de tudo para que eles estejam sempre bem", explicou o treinador.


O goleiro Simão, que, pela posição, não deve estar na lista dos poupados, disse que o time não tem tempo para comemorar. "Fizemos um grande jogo contra o Fortaleza, mas agora o foco é no Força e Luz", disse. Para ele, Marchiori deverá escalar de acordo com a situação. "Se ele puder preservar alguns ele vai fazer. Depende dele", comentou. "Quem tá fora quer jogar. Nós temos entre 20 a 22 titulares. São jogadores que estão acostumados a serem titulares nos clubes por onde passaram. Hoje jogam 11 e entram, por isso é normal que quem esteja fora queira jogar, explicou. "Eu quero jogar", disparou.

3 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page