top of page

ABC empata com o Botafogo-SP e desce mais um degrau no rumo da Série C

O ABC desceu mais um degrau rumo ao rebaixamento para Série C, ao empatar com o Botafogo-SP por 0 a 0, nesta segunda-feira, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão preto. A partida teve um nível muito baixo e as duas equipes apresentaram deficiências ofensivas, com poucos lances de emoção no jogo. O Alvinegro volta a campo no próximo sábado para encarar o Sampaio Corrêa, no Frasqueirão.

Rennê Carvalho/ABC F.C.


Sem vencer há seis rodadas e jogando diante de sua torcida, o Botafogo tinha o domínio da situação em campo. O ABC não mostra a força ofensiva. E o primeiro grande perigo ao gol Alvinegro ocorreu quando uma bola foi erguida na área e Cariús subiu para desviar e acertar o travessão.


A partida transcorria de forma lenta, fechado na defesa, o Alvinegro buscava não deixar espaços para o adversário, que abusava das bolas cruzadas, em busca dos homens de referência na área.

Por sua vez, os potiguares não conseguiram nada de produtivo, a primeira tentativa de chute a gol da equipe ocorreu aos 30, quando Fábio Lima arriscou de fora da área, mas sequer conseguiu assustar o goleiro Matheus Albino. Já aos 41 minutos, foi diferente: o lateral Romário pegou a sobra de uma bola, bateu da intermediária e quase fez um golaço. Por sorte de Albino a bola acertou o travessão.

A etapa inicial acabou dessa forma, com as duas equipes sem criatividade e com dificuldades para fazer impor o seu jogo. Isso explica porque as equipes estão enfrentando um longo jejum de vitórias na competição. Faz nove rodadas que o ABC não vence.


O segundo tempo começou e só a disposição dos atletas das duas equipes em campo melhorou um pouquinho, embora buscassem dar mais velocidade às jogadas, Botafogo e ABC continuaram abusando de erros nas finalizações, o que facilitava a ação das duas defesas.


O ritmo um pouco mais acelerado durou apenas até os 20 minutos, depois as equipes voltaram a cair num marasmo quase profundo e não conseguiam produzir nada dentro de campo. Nem os lances de bola parada serviram para tentar a bola fazer chegar com algum perigo ao gol adversário.


Vendo que estava duro tirar o zero do placar, os dois treinadores começaram a realizar alterações, Wallace teve de sair do banco de reservas para fazer Albino trabalhar, o goleiro paulista realizou grande defesa numa batida de fora da área. Do outro lado, Michael também teve trabalho, mas conseguiu livrar o perigo com segurança.


O jogo se encaminhava para o fim, a ansiedade devido ao jejum de vitórias aumentava e os erros de parte a parte foram se tornando mais frequente, irritando ainda mais os pouco mais de mil torcedores que foram ao estádio e foram obrigados a engolir o 0 a 0.



Tribuna do Norte.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page