top of page

ABC fica no empate com Ituano e se complica ainda mais na Série B

Ainda não foi dessa vez que os jogadores do ABC conseguiram fazer a palavra vitória retornar ao vocabulário dos seus torcedores. Voltando a atuar no estádio Frasqueirão, em jogo válido pela 23ª rodada, a equipe potiguar largou atrás no placar, mas dessa vez teve forças para evitar o pior. Yann Rolim marcou para o Ituano, enquanto Paulo Sérgio descontou para o Alvinegro.

Adriano Abreu


Com a obrigação de conquistar onze vitórias em 16 jogos, o ABC começou a partida disposto a pressionar a equipe visitante, logo, não demorou a achar o caminho do gol, que foi anulado pela arbitragem alegando irregularidade no lance.

Ao contrário do jogo anterior, a equipe potiguar entrou em campo ligada e disputava todos os lances com muita disposição. Talvez na busca de dar uma resposta ao treinador Allan Aal, que vinha cobrando um pouco mais de alma aos atletas.

Com uma briga intensa pela posse de bola e as duas equipes com nível de acerto de passes muito baixo, o ABC só foi criar outra boa chance aos 18 minutos, quando Fábio Lima interceptou um cruzamento dentro da área, se ajeitou e bateu à esquerda do gol defendido por Jefferson Paulino.

Se os torcedores podiam notar muita luta de parte a parte dentro de campo, a técnica deixava a desejar no encontro entre potiguares e paulistas. A pressa das duas equipes tem chegar na área do adversário, se tornou inimiga da perfeição e o que se viu foi um festival de erros. O Ituano só conseguiu dar o primeiro chute a gol aos 35 minutos, com Yan Rolim arriscando de longe.


O ABC procurava ser incisivo, mas pecava na precisão dos passes e acabou se enrolando na grande maioria das tentativas de chegar ao gol rubro-negro. O fato de os dois goleiros terem saído de campo sem sujar os uniformes, traduz bem o que foi a etapa inicial.

O segundo tempo começou com o treinador Allan Aal necessitando fazer uma alteração com quatro minutos, trocando Evandro, que deixou o campo machucado por Paulo Sérgio e com o Ituano levando perigo, obrigando Michael a realizar uma boa defesa após chute bem colocado de Matheus Cardorini.

Mas o castigo maior para o Alvinegro ainda estava por vir. Após uma cobrança de falta na área, realizada por José Aldo, ocorreu um bate-rebate até que a bola sobrou para Yann Rolim, chutar cruzado, ver a bola beijar a trave e morrer no fundo da rede. Isso aos 8 minutos. Esse foi o primeiro gol do atleta com a camisa do clube.

Ferido, logo na saída de bola o Alvinegro tentou descontar o prejuízo, mas parou na boa defesa do goleiro Jefferson. Mas a situação melhorou quando Matheus Anjos cobrou falta, pela lateral da da área e Paulo Sérgio aproveitou para desviar e deixar tudo igual aos 15 minutos, fazendo mais justiça ao que se via em campo.


Depois que a rede começou a balançar, as duas equipes se animaram e passaram a chegar com mais frequência na área, o jogo ficou mais aberto, com os atletas mais preocupados em buscar o desempate.


Com a entrada de Wallyson, os potiguares começaram a chegar com mais perigo e criar alternativas pelas duas extremas, Numa delas, Matheus Anjos desviou com perigo, mas não conseguiu dar a direção correta a bola.

Porém o estado de euforia alvinegro não durou muito tempo, o Ituano voltou a encaixar a marcação e aqueles mesmos erros de sempre voltaram a atormentar o ABC. Depois Michael voltou a trabalhar num cruzamento maroto de Pacheco, que tomou a direção das traves e quase surpreendeu o goleiro abecedista, que conseguiu se recuperar no lance.

No final dos acréscimos, o ABC ensaiou uma pressão final, mas teve dificuldade de furar o bloqueio do adversário e o resultado ficou no 1 a 1. Sábado, o Alvinegro volta a atuar em casa e vai encarar o CRB.



Com informações da Tribuna do Norte.

11 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page