top of page

América é derrotado pelo São José em noite heroica do goleiro Fábio Rampi

A meta americana era fazer um bom jogo, vencer o segundo jogo consecutivo na Série C, subir três posições e passar a brigar de forma mais direta pelo G-8, mas a realidade foi dura com a equipe potiguar, que sofreu dois gols com origem de bola parada no intervalo de quatro minutos, na etapa final e amargou uma derrota que só não é mais sofrida, porque a equipe conseguiu se manter fora da zona de rebaixamento. O goleiro Fábio Rampi, de falta, e o baixinho Sillas, de cabeça, foram os autores dos gols gaúchos.



Canindé Pereira


Podendo dar um salto de mais três posições na classificação e estacionar após a realização de onze rodadas na 11ª colocação, ficando a um ponto do G-8, o América foi a campo consciente de sua responsabilidade e, mirando a conquista de um resultado positivo, realizou um princípio de jogo muito movimentado diante do São José, no gramado sintético do estádio Passo D’areia.

As equipe lutavam bastante pela posse de bola e buscavam dar velocidade às jogadas com a ligação direta, através de chutões para frente, quando as duas defesas levaram vantagem sobre os atacantes, fazendo com que essa batalha contra os gaúchos ficasse restrita ao setor de meio-campo. Os goleiros trabalharam pouco nos primeiros vinte minutos.

O tempo passava e o retrato da partida não era alterado, os donos da casa que chegaram a ter 63% de posse de bola no primeiro tempo, até os 35 minutos só conseguiu fazer uma bola chegar no gol do América, ainda assim com um chute de Thayllon, da entrada da área, que Pianissolla defendeu com segurança. Os natalenses assustaram aos 35, quando João Lucas ficou na cara do gol, chutou, mas a bola desviou no adversário e foi para escanteio. Tecnicamente a partida deixou muito a desejar.


A segunda etapa iniciou com Pianissolla realizando uma boa defesa, após uma cobrança de lateral na área, Thiago Santos fez um pequeno desvio, e o goleiro americano fez sua primeira grande defesa no jogo. Depois ele pegou um chute de Sillas, da entrada da área, após uma pressão dos gaúchos sobre a zaga alvirrubra.


Diferente da etapa anterior, o segundo tempo teve emoção, o América levou perigo com um chute de fora da área de Rafinha, que Fábio Rampi defendeu colocando para escanteio. Na cobrança, Wallace Pernambucano, que havia entrado em campo há pouco tempo, desviou e levou perigo.

Aos 19 minutos, o goleiro artilheiro Fábio Rampi mostrou que não é bom apenas embaixo das traves, numa cobrança de falta fenomenal, ele acertou um balaço e colocou a bola no canto direito, sem chance para Bruno Pianissolla. Quatro minutos depois, após cobrança de escanteio, o baixinho Sillas apareceu por trás da zaga, meteu a cabeça na bola para fazer 2 a 0 São José, aos 24 minutos.


Depois disso a equipe da casa tomou conta da situação e chegava sempre ameaçador na área americana. Os potiguares mal conseguiam romper a linha de meio-campo, completamente atônita na partida. Eles chegaram apenas na reta final com outro chute de fora da área, que Rampi defendeu. Não era dia do América, que voltou a sofrer com a sua inoperância ofensiva crônica. Até pênalti, batido por Wallace Pernambucano, o goleiro do São José defendeu para fechar a noite com chave de ouro, naquele que foi o último lance do confronto.



Com informações da Tribuna do Norte.

13 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page