top of page

América perde o artilheiro do time para estreia na Copa do Brasil


Foto: Canindé Pereira


Wallace Pernambucano se transformou na maior preocupação da comissão técnica do América, ao deixar o campo, na vitória por 3 a 0 do Alvirrubro sobre o Santa Cruz. O jogador sofreu uma lesão no joelho, situação que vem sendo vista com bastante atenção pelos médicos americanos. A avaliação inicial, segundo o médico Marcos Rêgo, aponta para um estiramento do colateral medial do joelho, o que tirou o atacante da partida contra o Iguatu, pela Copa do Brasil, prevista para ocorrer na quinta-feira, dia 2, no Ceará.


Na partida estará em jogo uma premiação de R$ 900 mil para os clubes, referente a cota de participação para as agremiações da segunda fase que não integram as Séries A ou B. Como ficou fora da fase de grupos da Copa do Nordeste, no planejamento financeiro da direção alvirrubra, aponta a necessidade de o América jogar ao menos três fases da competição nacional, engordando os cofres com um total de R$ 2.550 milhões.


Em relação a Wallace Pernambucano, o caso está incluso naqueles em que pode se dizer que dos males, ocorreu o melhor. A contusão é de grau um, provocando apenas distensão do ligamento. Clinicamente, há dor, mas o paciente não sofre com problema de instabilidade ao pisar.


A outra boa notícia para família alvirrubra, é que a medicina aponta que o ligamento colateral medial tem grande potencial de cicatrização, por isso, na maioria das vezes, pode ser tratado sem cirurgia.


O tratamento não cirúrgico vai requerer um pouco de paciência ao atleta que passará por algumas etapas de recuperação até ter condições de voltar. Inicialmente é necessário um período de proteção, que inclui afastamento de atividades de maior risco de instabilidade, como esportes com giro e contato. Além disso existe a possibilidade da indicação de uso de um imobilizador de joelho para garantir a estabilização e conforto no início do tratamento. O uso de muletas pode ser necessário para um controle melhor da marcha e proteção de carga no início do tratamento, pelo menos até Wallace Pernambucano voltar a andar sem mancar.


O processo de reabilitação com fisioterapia deve ser iniciada precocemente, com os objetivos de manter a ativação da musculatura e do retorno progressivo do movimento normal do joelho. Mais tarde, serão realizados exercícios de fortalecimento muscular, controle do movimento e equilíbrio. Por fim, treinamento de movimentos específicos de atividade esportiva e preparo para o retorno ao esporte.


Não existe um prazo determinado para o retorno. O tempo de imobilização e a evolução das fases do tratamento é individualizada para cada atleta, de acordo com as características da lesão e da progressão funcional do paciente. Assim como em outras lesões do joelho, a integração multidisciplinar entre médico, fisioterapeuta e preparador físico será importante. Wallace desponta na temporada como um dos maiores artilheiros do país.


ABC teme ser atrapalhado pelo cansaço

De olho no confronto da primeira fase da Copa do Brasil, diante do Tuntum, em partida com o início previsto para às 19h, na cidade de Tuntum-MA, amanhã, o cansaço é o grande temor do treinador do ABC, Fernando Marchiori. Após receber R$ 1,25 milhão referente a cota da primeira fase, avançando na competição, o Alvinegro irá embolsar mais R$ 1,4 milhão, caso saia do interior maranhense com um resultado positivo na bagagem. Enfrentando a maratona de início de temporada, quando a equipe disputa de forma simultânea partidas pelos Campeonato Estadual, Copa do Nordeste e da Copa do Brasil, seguido por vários deslocamentos, mesmo poupando o grupo considerado principal, as constantes viagens vem deixando a comissão técnica em alerta. O receio é acabar perdendo jogadores por motivo de lesões musculares. Matheus Anjos foi uma das vítimas do grande número de jogos, passou um tempo em tratamento e seguiu com a delegação para o Maranhão, onde deve reaparecer como titular da equipe. O clube potiguar terá atenção dobrada sobre o adversário, que apesar de desconhecido no cenário nacional, vem realizando uma campanha considerada razoável na temporada. Um dos grandes feitos foi eliminar o Volta Redonda-RJ, na Pré-Copa do Brasil, com uma vitória por 4 a 2 sobre a equipe da Cidade do Aço. O Tuntum realizou oito partidas oficiais em 2023 e perdeu apenas duas vezes: Moto Club (1 a 0), na estreia do Campeonato Maranhense, e Juventude de Samas (2 a 0) no último confronto antes do encontro com os potiguares. O clube venceu o Cordino por 3 a 2 e o Volta Redonda e saiu com o resultado de empate diante do São José de Ribamar (1 a 1), Pinheiro (0 a 0), IAPE (1 a 1) e Sampaio Corrêa (3 a 3). O que chama a atenção dentro desse histórico de campanha do primeiro rival abecedista, é que a equipe só não foi vazada em um jogo na temporada.

18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page