top of page

Aproximação de Lula a Cuba é criticada por embaixador da União Europeia

O embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, compartilhou no último domingo, 5, em sua conta do Twitter, um artigo que criticava a aproximação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com países como Cuba, Nicarágua e Venezuela. O movimento foi reprovado por políticos apoiadores do petista, já que é vetado a embaixadores expressarem críticas aos países nos quais atuam.


Marcelo Camargo/Agência Brasil


O texto em questão, intitulado “Fóssil” e feito pelo colunista Demétrio Magnolli, do jornal Folha de S. Paulo, faz uma análise do discurso de Lula proferido no encontro da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), e critica o posicionamento do presidente em relação ao regime de esquerda desses países. “Democracia? Instituições? Perdido nos labirintos do passado, o líder da esquerda brasileira não enxerga nessas palavras mais que artifícios retóricos oportunos”, cita o artigo.


Ybáñez compartilhou a publicação em sua timeline e citou um trecho do artigo que fazia alusão à canção “Carolina” de Chico Buarque, em que diz “o tempo passou na janela e só Carolina não viu”. Em resposta, o deputado Alencar Santana (PT-SP), vice-líder do governo na Câmara, disse ser lamentável que um diplomata reforce uma crítica ao País.


Após sua atitude ressoar negativamente pelas redes sociais, o embaixador retirou o tuite do ar e respondeu ao deputado que aceita receber as críticas e pediu desculpas. Em nota enviada ao jornal O Globo, Ybáñez disse que tem o hábito de ‘retuitar’ opiniões de outras pessoas que não são necessariamente as suas.




Com informações da Tribuna do Norte.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page