top of page

CNBB realiza encontro com padres "influenciadores"


Foto: Célio Ricardo


O Padre Antônio Nunes, pároco da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Neópolis, e diretor da Rádio Rural de Natal (91.9 FM), vai participar de um encontro com padres influenciadores, pertencentes à Igreja Católica. A atividade vai reunir 20 sacerdotes, na próxima terça-feira, dia 2 de maio, no Instituto Meninos de São Judas Tadeu, no bairro Planalto Paulista, em São Paulo (SP). Promovido pela Comissão Pastoral para a Comunicação da CNBB, o encontro tem por objetivo proporcionar uma ocasião para formação, troca de experiências e de convivência entre os membros do grupo que, ao longo dos últimos anos, vêm se reunindo através de plataformas forma on-line.


O tema a ser refletido durante o encontro será: “Humanismo cristão: a ação evangelizadora dos padres influenciadores na pós-pandemia” e contará com a assessoria de Dom Joaquim Mol, Bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, que esteve na presidência da Comissão para a Comunicação até a 60ª Assembleia Geral da CNBB. A coordenação será de Dom Edilson Soares Nobre, Bispo Diocesano de Oeiras (PI) e que também integrou a Comissão para a Comunicação, sendo ele o responsável pelo acompanhamento ao grupo.


De acordo com Dom Edilson, em comunhão e diálogo entre a Comissão de Comunicação e os padres influenciadores foi elaborado um projeto cujos principais pontos são:

- Origem: grupo nascido do fenômeno dos “padres cantores”, no início do século 21 que, num determinado momento, contou com a presença da CNBB, para avaliar critérios de sua influência na Evangelização;

- Identidade eclesial dos “padres influenciadores”: presbíteros que, através da presença nos meios de comunicação, exercem um papel referencial e destacada influência na evangelização, convocados e reunidos pela CNBB, para o exercício da colegialidade, em vista da missão.


Segundo Dom Edilson, para do grupo de “padres influenciadores” é necessário obedecer aos seguintes critérios: comunicadores; com relevante influência – qualitativa e quantitativa – na mídia; receber o convite da CNBB; anuência de sua autoridade eclesial; e ter disposição para participar das atividades do grupo.

81 visualizações0 comentário
bottom of page