top of page

Com 26% das doses aplicadas, busca por vacina da dengue segue baixa

Cerca de 12 mil vacinas foram aplicadas até o momento. Casos de dengue vem aumentando - Foto: Magnus Nascimento


A adesão à vacinação contra dengue ainda segue baixa no Rio Grande do Norte. O Estado recebeu a primeira remessa no último dia 14 de fevereiro e distribuiu as 45.190 doses aos municípios, que aplicaram aproximadamente 12 mil vacinas na faixa etária alvo, de crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos. Isto é, 26,6% dos imunizantes foram administrados, o que é considerado aquém do esperado, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap-RN). Em fevereiro, RN registrou uma alta de quase 300% no número de casos de dengue em comparação com o mesmo período do ano passado.


Na Unidade Básica de Saúde (UBS) Brasília Teimosa, na Praia do Meio, referência a busca pelos imunizantes tem sido à conta-gotas, diz a diretora Cláudia de Lima. “Tem sido pouca, mas o pessoal está vindo aos pouquinhos e a gente torce para que mais gente venha se vacinar. A vacinação foi ampliada e está acontecendo em todas as unidades, então talvez isso tenho feito com que aqui tenha diminuído a procura, mas as pessoas tenham se espalhado mais”, destaca a gestora.


A situação é semelhante na UBS São João, no Tirol. Aproximadamente 20 adolescentes têm se vacinado todos os dias na unidade. “Tem dia que éA pasta pretende ampliar a campanha para as escolas neste mês. menos, tem dia que é mais. As pessoas estão vindo, mas ainda é baixa a procura”, diz uma das servidoras da UBS.


Uma dessas pessoas é a Maria Gabriela, de 10 anos, que recebeu a primeira dose contra a dengue na manhã de quinta-feira (7). “É importante se vacinar, mesmo que a vacina não evite de pegar, mas se pegar a gente fica mais protegido. Sempre tomo as vacinas”, diz Gabriela, filha da Andreia Silva.


O Rio Grande do Norte tem enfrentado dificuldades com a crise sanitária da dengue no País. Somente em fevereiro, o Estado registrou 2.595 casos prováveis da doença, um aumento de 299% quando comparado com o segundo mês de 2023. Ao todo, nos dois primeiros meses deste ano foram 3.440 casos ante 1.256 no mesmo recorte de tempo do ano passado – um aumento de 173%. Todos os dados foram consultados na quinta-feira (7), no Painel de Monitoramento das Arboviroses, do Ministério da Saúde.


A coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap, Diana Rêgo, diz que a expectativa é de que os índices de vacinação aumentem a partir de parcerias com as escolas. “É muito importante que a vacinação aconteça nessa faixa etária prioritária, nos próximos dias, de 10 a 14 anos. Haverá um incentivo especial para o programa Saúde na Escola, junto às escolas municipais e estaduais para incentivar a vacinação desse público. O nosso objetivo é que ainda no mês de maço a gente consiga administrar as 45 mil doses que foram recebidas pelo Estado”, pontua.


Na capital potiguar, os casos já somam 1.024 em 2024. Situação que motivou a Prefeitura de Natal a decretar situação de emergência devido ao aumento de casos. De acordo com o município, os dados também indicam uma tendência de crescimento pela terceira semana consecutiva e o quadro atual já configura uma epidemia. Entre os bairros com maior concentração de casos estão Pajuçara, Lagoa Azul, Redinha, Nossa Senhora da Apresentação e Igapó.


O decreto que estabelece a emergência em saúde pública consta no Diário Oficial do Município do último sábado (2) e tem validade por 90 dias. No período, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) terá maior flexibilidade para adotar medidas e direcionar recursos com o objetivo de atender demandas de saúde pública. De acordo com a prefeitura, foi instalado um gabinete de crise para que os órgãos do município atuem de maneira integrada. A partir deles estão sendo estabelecidas as metas, as prioridades e as formas de enfrentamento à epidemia.


A vacinação contra a dengue está disponível em todas as 60 unidades de saúde de Natal, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 16h. Além disso, os pontos extras de vacinação nos shoppings Midway Mall e Partage Norte Shopping seguem funcionando de segunda a sexta, das 13h às 20h, e no sábado, das 15h às 20h.



Tribuna do Norte.

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page