Começo das aulas da rede estadual de ensino são adiadas por uma semana



O Governo do Estado adiou o retorno das aulas presenciais na rede estadual. O planejamento inicial era começar o novo ano letivo no dia 7 de fevereiro, mas a retomada foi adiada em uma semana. O início vai para o dia 14 de fevereiro. O principal motivo é o número de professores e funcionários da rede doentes de síndrome gripal ou covid-19. Segundo o levantamento feito pela Secretaria Educação (SEEC), são 2.737 profissionais nas escolas da rede estadual afastados.


"A decisão justifica-se em virtude do número de casos de adoecimentos dos servidores do Órgão Central, das Diretorias Regionais de Educação e Cultura e de Alimentação Escolar (DIREC e DRAE) e das escolas. Conforme levantamento realizado estão afastados do serviço, atualmente, 131 servidores nas DIRECs, 19 servidores nas DRAEs e 2.737 servidores nas escolas das diversas circunscrições regionais, com quadros de síndrome gripal ou de Covid-19", disse a SEEC, em nota.


O aumento de casos registrados nos últimos dias no Rio Grande do Norte influenciou alteração da data de retorno às aulas. A intenção é que as aulas iniciem em formato 100% presencial no Estado. Para o ano letivo de 2022 foram ofertadas 229 mil vagas nas escolas. As matrículas na rede se encerram nesta segunda-feira (31) para alunos ingressantes.

Os procedimento são feitos pelo Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc). As vagas já consolidadas foram divulgadas no dia 25 de janeiro às 18h. Estudantes que queiram buscar vagas remanescentes, podem fazê-lo entre o dia 31 de janeiro e 2 de fevereiro.

12 visualizações0 comentário