top of page

Criminosos se passam por sindicato e tentam aplicar golpes em professores da UFRN

Criminosos estão praticando um novo golpe em Natal, com professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) como alvos desta vez. A prática foi identificada pelo Sindicato dos Docentes da UFRN (ADURN-Sindicato) na última quarta-feira (12). O golpe mira docentes beneficiários do processo conhecido como Precatórios, ação coletiva que envolve cerca de dois mil professores da universidade. No contato, feito através do Whatsapp, os estelionatários informam, falsamente, que o sindicato está liberando os valores da ação.



Além do dinheiro solicitado, os criminosos estão enviando um documento com a logo do ADURN-Sindicato junto ao timbre do Poder Judiciário / Reprodução


Atualmente a assessoria jurídica do ADURN-Sindicato aguarda o julgamento dos embargos de declaração opostos pela procuradoria da UFRN no processo. Esse recurso da universidade objetiva esclarecer questões possíveis omissões na decisão e, em alguns casos, pode ter efeito modificativo. Portanto, não há nenhum pagamento referente a essa ação sendo realizado.

De acordo com os relatos dos professores que buscaram a assessoria jurídica do sindicato, na mensagem os criminosos pedem que os docentes entrem em contato com os telefones (84) 3614-4463 ou (84) 98123-6748, números que não pertencem ao sindicato, nem ao escritório Munemassa Advogados.


O Escritório Munemassa Advogados orienta para que os professores e professoras que receberem ligação ou mensagem suspeitas em nome do escritório entrem em contato com o sindicato através dos canais oficiais, ou compareçam ao atendimento jurídico na sede do ADURN-Sindicato, que acontece de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h.

O ADURN-Sindicato já registrou boletim de ocorrência informando sobre o crime, para que as autoridades policiais tomem as devidas providências no caso.




Com informações da Tribuna do Norte.

17 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page