top of page

Delegação do Brasil desembarca no Rio após eliminação na Copa do Mundo


Foto: Lucas Figueiredo/CBF


A delegação da seleção brasileira desembarcou na manhã deste domingo, no Rio, dois dias depois da eliminação na Copa do Catar na disputa por pênaltis diante da Croácia.


O grupo que chegou ao Brasil foi pequeno e contava com Tite e sua comissão técnica, dirigentes, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, além de alguns jogadores. Passaram pelo saguão Raphinha, Rodrygo, Danilo, Weverton, Ederson e Éverton Ribeiro. O restante da delegação permaneceu na Europa. O avião fez uma parada após deixar a cidade de Doha, no Catar, e chegou ao Brasil com atraso de mais de três horas em relação ao horário previsto para chegada.

Bastante emocionado, o técnico Tite não quis dar entrevistas. Ele apenas agradeceu a algumas pessoas que o aplaudiram na passagem pelo saguão. "É muito recente ainda. Todo mundo está frustrado, triste. Não esperávamos isso, estávamos confiantes de chegar à final. O trabalho foi feito para cima, estava caminhando bem, com uma equipe forte. Infelizmente em um jogo sofremos um chute no gol e perdemos nos pênaltis. O trabalho foi bem feito", disse Éverton Ribeiro, do Flamengo, o único a dar entrevistas.


O jogador afirmou que o voo de volta ao Brasil foi difícil. "São momentos difíceis. A gente tenta confortar com palavras, mas é difícil. Foi um baque total. Ainda estamos digerindo isso. Essa ferida vai ficar aberta por um bom tempo, mas temos de seguir em frente", afirmou.

A queda precoce na Copa do Mundo abriu um período de incertezas na seleção brasileira. Após a saída do técnico Tite, não há definição sobre o novo treinador. Ednaldo Rodrigues afirma que somente em janeiro vai decidir quem deve assumir o cargo. A permanência de Juninho Paulista, coordenador da seleção, também não está confirmada. O ciclo para a Copa de 2026 começa em março de 2023, com os primeiros jogos da Data Fifa.

Com informações do Estadão Conteúdo.

2 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page