top of page

Desfile das escolas de samba de Natal ocorrem nesta sexta (24) e sábado (25)


Foto: Adriano Abreu


As cinzas da quarta-feira já foram varridas e as alas estão abertas para a etapa final do carnaval de Natal 2023: o tradicional desfile das escolas de samba será realizado desta vez na sexta e no sábado (24 e 25) pós carnaval, a partir das 18h, na Avenida Duque de Caxias, Ribeira. A novidade foi um pedido das próprias escolas de samba, para dar maior visibilidade ao evento em meio à programação intensa da prefeitura nos dias oficiais de folia. Entre as tribos de índios e escolas dos grupos A e B, o samba e a criatividade potiguares mostrarão sua ginga.


A mudança vem sendo preparada há anos, de acordo com a diretora cultural da Liga de Escolas de Samba do RN, Larissa Lira. “Nós já estávamos sentindo o peso do esvaziamento da avenida e dos nossos componentes devido ao surgimento dos Pólos em Natal com atrações nacionais, e o crescimento dos carnavais das praias também acabou influenciando”, relata. Após o surgimento da Liga, a organização passou a dialogar com a Fundação Capitania das Artes (Funcarte) para efetivar a decisão.


Segundo Larissa, o movimento intenso nos barracões das escolas e a grande quantidade de pessoas que se ofereceram para participar, provam que o desfile deste ano promete ser especial. “As expectativas estão muito altas, é claro. Estamos a todo o vapor, os barracões das escolas estão trabalhando para realizar um grande espetáculo”, diz. Esse ano também aconteceu o reajuste da premiação, após 12 anos de desfile. “Essa foi a maior conquista nossa esse carnaval”, ressaltou.


Sambas e enredos


A volta do samba à Ribeira terá desfiles de 11 escolas e cinco tribos de índios. Já declaradas Patrimônio Imaterial de Natal, as tribos abrem a programação nesta sexta (24), às 18h, com cortejo dos Gaviões Amarela, Apache, Mobralino Mapabu, Tabajara, e Tupi-guarani. Às 19h, terá a volta da escola Em Cima da Hora, pela chave de acesso, apresentando um enredo sobre a Escrava Anastácia, um símbolo de resistência e fé. Será uma versão repaginada do tema que a escola apresentou há 30 anos.


A partir das 20h, desfile das escolas da chave B: Confiança do Samba, abordando os festejos juninos; Império do Vale com a história do Boi de Ceará-Mirim, e Grande Rio do Norte, celebrando os orixás. A Imperatriz Alecrinense vai abordar as brincadeiras da infância com um enredo lúdico na pista; encerrando com Asas de Ouro celebrando São Jorge Guerreiro.


O sábado (25) vai começar com mais um cortejo das tribos de índios, seguido pelos desfiles das escolas do grupo A, a partir das 20h. Vão desfilar a Batuque Ancestral, celebrando o compositor João do Vale, autor de “Carcará”; Acadêmicos do Morro vai apresentar o enredo “Seu Sol, Dona Lua”, baseado no livro e peça de Marcos Sá; Malandros do Samba vai homenagear o político Ubaldo Fernandes, de Tangará; a Balanço do Morro vai contar a história do empresário Nevaldo Rocha, “visionário potiguar”; e Águia Dourada, a campeá de 2020, virá com enredo sobre o mestre paraibano Ariano Suassuna.


Larissa Lira acredita que essa nova dinâmica no desfile vai ajudar a valorizar e aumentar o pólo da Ribeira na programação do carnaval natalense. Ela espera que a mudança também atraia novos adeptos ao desfile, que possam futuramente participar dessa demonstração de cultura expressada no desfile. A Prefeitura do Natal disponibilizou auxílio financeiro através de seleção pública para as escolas do Grupo A (R$ 30 mil cada), Grupo B (R$ 20 mil), e Escolas de Acesso (R$ 10 mil).


O Polo Ribeira dispõe de arquibancadas para o público e a Passarela do Samba, além de espaço reservado para os jurados que irão escolher os vencedores do Carnaval 2023.


Sexta-feira, 24 Tribos indígenas – a partir das 18h Chave C/Acesso 19h - Em Cima da Hora, grupo de acesso Chave B 20h - Confiança do Samba 21h - Império do Vale 22h - Grande Rio do Norte 23h - Imperatriz Alecrinense 01h – Asas de Ouro Sábado, 25

Tribos Indígenas – 18h

Chave A – Especial 20h - Batuque Ancestral 21h10 - Acadêmicos do Morro 22h20 - Malandros do Samba 23h30 - Balanço do Morro 00h30 – Águia Dourada


Tribuna do Norte

29 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page