Em 14 dias, janeiro supera número de casos de Covid registrados no mês de dezembro no RN



Em menos de 15 dias, janeiro de 2022 superou o número de casos de covid-19 confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) ao longo de todo o mês de dezembro do ano passado.


Até a manhã desta sexta-feira (14), o estado já registrou mais de 6,7 mil casos confirmados em janeiro, contra pouco 5,4 mil registrados no mês anterior.

Pela manhã, a Sesap confirmou o registro de 1.351 novos casos em relação ao último boletim. Desse total, 968 testes positivos tiveram resultado nas últimas 24 horas e os demais são testes de outros dias que foram acrescentados entre as notificações. Esse é o maior número de novos casos registrados no estado desde o dia 24 de julho de 2021, quando o estado registrou, em um dia, 1.973 notificações.

Ao todo, são 6.763 casos positivos de covid-19 notificados nos 14 primeiros dias do mês - uma média de 483 por dia - contra 5.499 casos ao longo de todo o mês de dezembro - média de 177 por dia.


Óbitos

Por outro lado, a alta no número de casos ainda não se refletiu claramente nas internações nos leitos de Covid-19 e ou nas mortes pela doença.


Ao longo de dezembro, ocorreram 75 óbitos - média de 2,4 por dia. Já as mortes confirmadas até a manhã desta sexta-feira (14) em janeiro foram 22 - média de 1,5 por dia. A Sesap confirmou quatro mortes ao longo das últimas 24 horas.


Pela manhã, a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI para Covid estava em 35,3%. A ocupação mais alta ficava na região metropolitana, que tinha 45% das vagas ocupadas.

Comitê solicitou suspensão de grande eventos

O comitê científico do governo do Rio Grande do Norte sugeriu, nesta quinta-feira (13), o cancelamento de grandes eventos, ampliação de exigência de passaporte vacinal e aumento da testagem contra Covid-19, entre outras medidas, diante do aumento de casos de Covid-19 e de gripe no início de 2022 no estado.


As medidas foram apresentadas em um relatório elaborado e publicado pelos especialistas após a última reunião do grupo, realizada na segunda-feira (10). Segundo o governo do estado, as medidas serão discutidas com representantes de outros poderes do estado, dos municípios e do setor produtivo.

58 visualizações0 comentário