top of page

Falta de doses da Pfizer Baby afeta vacinação contra a Covid em crianças menores de três anos no RN

Em Mossoró, a aplicação foi suspensa. Em Natal, crianças menores de 3 anos só recebem a aplicação em caso de D2.


Pfizer Baby é o imunizante utilizado para vacinar contra a Covid-19 bebês a partir de 6 meses e crianças até 2 anos — Foto: Reprodução/TV Globo


A vacinação de crianças maiores de 6 meses e menores de 3 anos no Rio Grande do Norte está tendo sua aplicação afetada pela falta de imunizantes. Sem doses de Pfizer Baby para aplicação da D1, os municípios potiguares tiveram que readaptar os cronogramas de aplicação anunciados anteriormente.


Em Mossoró, no Oeste potiguar, a vacinação de crianças desse público está suspensa. O município começou a aplicar as doses a esse público no dia 17 de novembro e há registros que as doses acabaram ainda na primeira semana de dezembro.


Já em Natal, capital potiguar, há confirmação da falta de doses da UBS São João, no bairro Tirol. Foi o caso da bacharel em direito, Amanda Santana. Ela relatou a busca da família pela vacinação do seu filho, que tem dois anos.


"Ele é o único que ainda não tomou a vacina. Eu queria que ele tomasse porque os casos estão aumentando", afirmou."

Ela relatou que a busca começou na primeira semana de dezembro. Após procurar o ponto de vacinação em um shopping center da capital, foram direcionados para uma UBS pois, segundo os técnicos, a vacina para esse público só era aplicada em uma unidade de saúde.


"Quando fomos dar a vacina, fomos informados que não está sendo dado, só para quem já tomou a primeira dose. A gente fica sem saber o que fazer", afirmou Amanda, que procurou a UBS São João.


De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a última remessa recebida, com 1.060 doses do imunizante, foi repassada para as 10 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de referência da cidade, entre elas a São João.


Além do local, também receberam as unidades África, Alecrim, Bairro Nordeste, Candelária, Felipe Camarão, Nova Descoberta, Pajuçara, , Soledade II e Vale Dourado. A SMS não informou, no entanto, se outras UBSs também estão com a aplicação da D1 suspensa.



Com forte movimento nesta segunda-feira (12), a UBS São João não estava aplicando a D1 contra a Covid-19 em crianças — Foto: Pedro Trindade/Inter TV Cabugi


Aplicação da D2


Apesar de relatar falta de doses da Pfizer Baby, tanto Natal quando Mossoró tem cronogramas em vigor para aplicação da segunda dose para crianças acima de 6 meses e menores de três anos.


Em Natal, as crianças dessa faixa etária que já foram imunizadas e completaram a janela vacinal, continuam podendo se vacinar nas UBSs referência. Já em Mossoró, o município aguarda até esta terça-feira (13) o envio das doses e recomeçará a aplicação, apenas da D2, nesta quarta-feira (14).


A aplicação apenas da segunda dose ocorre por um motivo. Os municípios não aplicam as doses que possuem em caso de D1 pois não há garantia que a criança terá acesso a segunda dose com 30 dias, prazo estipulado pelo Ministério da Saúde para a aplicação da D2.


Outro fator chama a atenção: se apenas uma criança for vacinada com a D2 em um único dia, as outras nove doses do frasco terão, obrigatoriamente, que serem descartadas.


De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap), na próxima quarta-feira (14) o Rio Grande do Norte aguarda o envio de 50 mil doses da Pfizer, porém para aplicação na população adulta. Em relação à Pfizer Baby, no entanto, não existe previsão para chegada de uma nova remessa.



Sesap afirma que não há previsão para chegada de nova remessa da Pfizer Baby — Foto: Ascom / PMP





Por g1 RN



5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page