top of page

Flamengo vence clássico, implanta crise no Fluminense e avança às quartas da Copa do Brasil

O Flamengo conseguiu se livrar de maiores dramas na noite desta quinta-feira e bateu o Fluminense por 2 a 0, no Maracanã, com gols de Arrascaeta e Gabigol, para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. O clássico válido pela rodada de volta das oitavas de final, acompanhado por quase 70 mil torcedores, foi marcado pela estabilidade do time rubro-negro e por mais uma atuação muito limitada da equipe tricolor.


Gabigol comemora contra o Fluminense / Alexandre Cassiano


Depois de um início de ano promissor, que teve como auge o título carioca conquistado com uma incrível vitória por 4 a 1 sobre os flamenguistas, o grupo de Fernando Diniz se transformou em algo irreconhecível, não à toa chegou ao quinto jogo sem vitória e à quarta derrota seguida, sequência que coincide com o jejum de gols do artilheiro Cano. Para o Flamengo, a vitória significa confiança recuperada diante de um histórico recente de muitos tropeços frente ao rival.


O jogo teve alguns minutos de atraso pois a torcida flamenguista fez uma festa com sinalizadores e fumaça demorou a se dissipar. Após o apito inicial, o Fluminense conseguiu colocar seu jogo em prática de forma parcial. Embora tivesse maior posse de bola, mostrava pouca objetividade e insistia em jogadas pouco produtivas pelo lado direito. As melhor chance tricolor foi uma finalização de muito longe de Cano, espalmada por Matheus Cunha. O argentino também teve uma oportunidade na área e isolou.

O Flamengo também teve suas dificuldades, mas melhorou a partir do momento em que conseguiu encaixar a marcação no campo de ataque, em busca de se aproveitar de trocas de passes mais arriscadas que passavam pelos pés do goleiro Fábio. Foi só na bola parada, contudo, que conseguiu encontrar o caminho para abrir o placar. Aos 32 minutos, Gerson fez um cruzamento em cobrança de falta de longa distância e viu Fabrício Bruno cabecear para o meio da área, onde a bola encontrou a cabeça de Arrascaeta antes de morrer no ângulo de Fábio.

No segundo tempo, após minutos iniciais de hesitação, o Fluminense conseguiu empurrar o rival para o campo de defesa e tentou articular momentos de maior pressão, mas tinha dificuldade de penetrar a defesa. Os flamenguistas aguardavam a oportunidade certa e não a aproveitaram quando chegou. Após erro de passe de Ganso, Gerson avançou livre em direção à área e disparou um chute no rosto de Fábio. Cebolinha ficou com a sobra e acertou a trave, antes de Gabigol pegar o novo rebote e parar em defesa do goleiro tricolor. Após algumas tentativas, o segundo gol saiu apenas nos acréscimos, marcado por Gabigol, após chute desviado de Cebolinha.


FICHA TÉCNICA


FLAMENGO 2 X 0 FLUMINENSE


FLAMENGO - Matheus Cunha; Fabrício Bruno, David Luiz e Léo Pereira (Everton Ribeiro); Wesley, Pulgar, Thiago Maia, Gerson (Victor Hugo), Arrascaeta (Everton) e Ayrton Lucas; Gabriel. Técnico: Jorge Sampaoli

FLUMINENSE - Fábio; Samuel Xavier (Isaac), Nino, Manoel (Arthur) e Guga (Gabriel Pirani) ; André, Martinelli, Arias, Ganso (Alan) e Lima (John Kennedy(); Cano. Técnico: Fernando Diniz.


GOLS - Arrascaeta, aos 32 minutos do primeiro tempo. Gabigol, aos 45 minutos do segundo tempo.


ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).


CARTÕES AMARELOS - Guga, Manoel, Lima, David Luiz e Gabriel.


RENDA - R$ 4.103.330,00.


PÚBLICO - 69.978 presentes.


LOCAL - Maracanã, no Rio (RJ).




Com informações da Tribuna do Norte.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page