top of page

Morre escritor Inácio Magalhães de Sena, o 'Bispo de Taipú'

O mundo das letras e artes visuais está de luto. Morreu no domingo (18) o escritor e cinéfilo Inácio Magalhães de Sena, conhecido popularmente como "Bispo de Taipu". A causa da morte não foi confirmada. A Fundação José Augusto (FJA) emitiu nota lamentando a perda.

Nascido em 1938 no município de Ceará-Mirim, Inácio foi funcionário dos Correios e arquivista da UFRN. Grande conhecedor da literatura potiguar e do cinema, é autor das obras “Agora, lábios meus, dizei e anunciai!”(1985) e “Memórias quase líricas de um ex-vendedor de Cavaco Chinês” ( Sebo Vermelho, 2000).


Virou personagem do documentário em curta-metragem "Sêo Inácio (ou o Cinema do Imaginário)", primeira produção potiguar a ser selecionada para o Festival de Gramado em 2015.


"Através de sua paixão pela sétima arte, Inácio assistiu a mais de vinte mil obras cinematográficas. Era frequentador do centro da cidade nas rodas de conversas culturais. A FJA expressa pesar pela perda deste autor e pesquisador da cultura potiguar", disse a FJA em nota.


Fonte: Tribuna do Norte

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page