top of page

Motoristas por aplicativo fazem greve geral por falta de reajuste nesta segunda; veja

Motoristas que trabalham por meio de aplicativos como Uber e 99 prometem parar, durante 24h, nesta segunda-feira (15), para pressionar as empresas a aumentarem os repasses e valores mínimos por corrida. Em Natal, haverá concentração a partir das 8h, na Arena das Dunas e, em seguida, uma carreata até a Rota do Sol.



Trabalhadores reivindicam fim das promoções e reajuste do valor pago por quilômetro / Carolina Lima


A convocação para que os aplicativos fiquem desligados tem sido feita pela Federação dos motoristas por aplicativos do Brasil (Fembrapp).


A Associação dos motoristas autônomos por aplicativos do RN (Amapp) estima que cerca de 70% dos profissionais da categoria devem aderir à greve em Natal. Segundo Evandro Henrique, presidente da Amapp, o objetivo da paralisação é reivindicar melhores condições de trabalho e repasses mais altos nas tarifas das corridas. A paralisação está prevista para durar 24 horas e tem manifestações de rua marcadas em algumas capitais.


Sobre a possibilidade de manifestações em Natal, Evandro Henrique disse que “a Amapp não está incentivando, apenas a paralisação silenciosa com o desligamento dos aplicativos e aplicação de adesivos nos veículos”, disse.


A Amapp destacou, por meio de nota, como principais reivindicações “o ganho mínimo de R$ 10 reais por corrida e também um maior valor pelo quilômetro rodado e pelo tempo da viagem”.

Existem ainda outros pontos que a categoria busca discutir como mais segurança, banimentos injustos, melhoria da plataforma no quesito ferramentas, mais dignidade e melhores condições de trabalho.




Com informações da Tribuna do Norte.

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page