top of page

Natal tem 703.892 vacinados contra Covid-19; número está abaixo da meta de cobertura



Natal tem 703.892 pessoas com a campanha de vacinação completa contra a covid-19, o que corresponde a 79% de um total de 890.480 pessoas que formam a população local. O percentual, no entanto, ainda está abaixo da meta de cobertura de 712.384. Os dados são do RN + Vacina e foram atualizados às 08h31, desta segunda-feira, (12).


Em relação ao número de vacinados com a 1ª dose de reforço (D3), 52% do público conta com a aplicação no calendário vacinal. O número de pessoas com a 2ª dose de reforço (D4), por sua vez, representa apenas 22%, ou seja, 199.215 pessoas em números absolutos. Em resposta à TRIBUNA DO NORTE, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) informou que a pasta está 'fazendo o possível' para atingir a meta de cobertura.


Dentre as estratégias mantidas nesse momento, segundo a SMS, estão a disponibilidade da vacina em 62 unidades básicas, além do funcionamento dos pontos extras em shoppings e na árvore de Mirassol. Além disso, desde outubro, a pasta está vacinando todas as crianças, com vacinas de rotina e campanha, servidores e pais de alunos nos CMEIS. “Mas cabe também à população cumprir com suas responsabilidades e completar seus esquemas vacinais e vacinar seus filhos”, adverte a pasta.


Na divisão por faixa-etária, o público de 3 a 4 anos tem o segundo menor percentual de vacinados, com 11%. O imunizante aprovado para esse público, vale lembrar, é a Coronavac. Segundo apontou a Secretaria de Estado de Saúde do Estado (SESAP), na semana passada, as doses repassadas pelo Ministério da Saúde são insuficientes e não atendem a demanda da maioria das cidades do RN.


O Rio Grande do Norte tem 2.776.801 pessoas vacinadas com a D2 e DU contra a doença, percentual que está acima da meta de cobertura. Os números para a primeira e segunda dose de reforço são, respectivamente, 55% e 23%.


D5 para idosos


Na última sexta-feira (9), o Rio Grande do Norte liberou a aplicação da terceira dose de reforço (D5) contra covid-19 para idosos acima de 60 anos. A ampliação da campanha acontece em decorrência de fatores como o aumento no número de casos notificados e hospitalizados da doença, além da identificação da variante BE.9 no Estado. O objetivo, de acordo com a Sesap, é aumentar a imunidade e reduzir o número de óbitos do público-alvo.


2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page