top of page

No carnaval, 40,8% dos natalenses pretendem fazer viagem de lazer ou ir a praias locais

No carnaval deste ano, mais de 40% dos natalenses pretendem fazer viagens de lazer (26,3%) ou ir a praias locais (14,5%). Outros 46,2% devem ficar em casa e 7,4% vão reunir amigos. É o que mostra pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio RN. Pelo estudo, 46% das pessoas afirmam que irão gastar mais com o carnaval deste ano do que gastaram em 2022. Mais de 62% dos entrevistados mencionaram que irão às compras e têm a pretensão de gastar, em média, R$ 315,74, nos quatro dias de feriado de Carnaval 2023.



De acordo com a pesquisa, em Natal, 14,5% das pessoas entrevistadas pretendem ir às praias / Adriano Abreu


Para quem pretende viajar, o litoral do Estado é a opção para 57,8% dos entrevistados, enquanto 29,7% vão para o interior potiguar e 11,6% afirmaram que irão curtir o feriado carnavalesco em outro estado. Já o meio de transporte utilizado pelos entrevistados de Natal será carro/moto (74,4%), ônibus/vans (19,4%) e transporte por aplicativo (3,3%).


Quanto à hospedagem, os participantes do levantamento responderam que irão ficar na casa de familiares e amigos (68,9%), seguido por hotéis/pousadas/similares (15,3%) e casas, apartamentos ou sítios alugados (9,1%). Sobre a companhia para passar o feriado, 75,6% irão ficar com a família e 24,5% com os amigos.


A pesquisa revela que durante o Carnaval o natalense irá gastar com alimentos e bebidas (90,5%), vestuário/calçados (26,2%), acessórios (7,9%), viagem/hospedagem (7,4%) e transporte/combustível (6,1%). Dentre os fatores que vão determinar as compras, estão preço (54,8%), qualidade (33,1%), variedade (4,5%), atendimento (4,5%).


Sobre o perfil do consumidor que irá gastar mais no feriado, os homens (68,8%) são maioria. Do total de pessoas pesquisadas, 63,2% são casadas, 67,2% são jovens adultos entre 25 e 34 anos, 72,1% possuem ensino superior ou mais e 92,3% ganham acima de 10 salários mínimos.


O levantamento também aponta que o comércio de rua (79,6%) é a preferência dos entrevistados para as compras, seguido dos shoppings (11,6%) e internet (6,6%). Quanto à forma de pagamento, 35,3% optam pelo cartão de crédito, 28,1% dinheiro, 21,5% pix/transferências e, por último, débito (15,1%).


Mossoró


O Instituto Fecomércio RN verificou que os mossoroenses estarão mais comedidos em relação ao consumo, já que 54,8% não irão às compras durante o Carnaval. O motivo alegado pelos entrevistados para não gastar durante o feriado é que a maioria não irá brincar ou não gosta de carnaval (63%), seguido pela falta de dinheiro (15,6%) e, por fim, poupar (12,5%).


Porém dos 45,2% que irão às compras, o gasto médio será de R$ 354,87 reais. A maior parcela (25,7%) pretende gastar entre R$ 101 e R$ 300 reais, já 21,2% preferem entre R$ 301 e R$ 500 reais, 11,5% entre R$ 501 e R$ 1.000, enquanto 12,4% afirmaram que pretendem gastar mais de R$ 1.000. Além disso, em relação ao ano passado, os mossoroenses responderam que irão gastar mais (60,3%), igual (26,7%) e menos (12,9%).


Sobre o que pretendem fazer nos quatro dias de festa, 60% vão ficar em casa, 13,2% farão viagens de lazer, 13% irão para praias locais e 8% pretendem visitar parentes e amigos.


Em Mossoró, 50,7% vão para o litoral do Estado

No destino escolhido para os mossoroenses que irão viajar, o litoral potiguar aparece com 50,7%, seguido por municípios do interior (33,6%) e outros estados brasileiros (15,1%). O tipo de hospedagem para os viajantes será a casa de familiares e amigos (67,8%), hotéis/pousadas/similares (20,3%), enquanto casas, apartamentos ou sítios alugados serão opção para 8,4%. O meio de transporte utilizado para o deslocamento será carro/moto (88,7%), ônibus/vans (8,4%) e, por último, transporte por aplicativo (2,1%). A pesquisa apurou que o mossoroense irá consumir, em sua maioria, alimentos e bebidas (85,8%), seguido por gastos com transporte/combustível (53,5%), vestuário/calçados (26,5%), viagem/hospedagem (25,2%) e outros (11,9%). Dentre os fatores determinantes para a compra estão preço (48,7%), qualidade (21%), variedade (15,2%), localização (6,5%) e conforto (4%). O perfil dos consumidores apurados mostra que 50,4% são homens. Do universo de indivíduos pesquisados, 57% são solteiros, 57,3% têm idade entre 25 a 34 anos, 56,5% possui nível superior ou mais e 64,3% ganham acima de 10 salários mínimos. O comércio de rua é a preferência para as compras de 51,6% dos entrevistados, outros estabelecimentos correspondem a 34,7%, enquanto shopping é a opção para 11,6%. Já a forma de pagamento, 48,5% optam pelo cartão de crédito, 26% em dinheiro, 20,3% cartão de débito e 4,8% pix/transferências. O Instituto Fecomércio RN ouviu 608 pessoas em Natal e 500 pessoas em Mossoró.


Números

R$ 315,74 - é o gasto médio projetado pelas pessoas entrevistadas em Natal para o período do carnaval

R$ 354,87 - é o gasto médio projetado pelas pessoas entrevistadas em Mossoró para os dias de folia





Com informações da Tribuna do Norte.

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page