top of page

Operação cumpre mandados de prisão contra Cac’s e portadores de armas de fogo

A Polícia Federal deflagrou na última quinta-feira (29) a segunda fase da Operação Day After, com o objetivo de dar cumprimento a mandados de prisão em aberto expedidos contra colecionadores, atiradores e caçadores (CAC’s), bem como possuidores de armas de fogo em geral.



Divulgação


Ao todo, policiais federais cumpriram 33 prisões e apreenderam 11 armas de fogo. As prisões são decorrentes do cumprimento de mandados de prisão por diversos crimes graves, tais como atos terroristas, homicídio, estupro, roubo, extorsão e tráfico de drogas.


Houve, também, o cumprimento de mandados de prisão civil por não pagamento de pensão alimentícia.


De acordo com a PF, uma vez que a existência de mandado de prisão quebra o requisito da idoneidade para obtenção do porte de arma de fogo, estão sendo adotadas medidas de apreensão cautelar de armamentos e documentos encontrados. O foco das medidas está em um posterior processo de cassação de porte ou registro de arma de fogo, por parte da PF, além de comunicação ao Exército Brasileiro, para cassação das autorizações concedidas aos Cac’s.


Após o término do prazo de recadastramento de armas de fogo, encerrado no último dia 3 de maio, a PF já prendeu 147 CACs, proprietários de armas de fogo e vigilantes.


Prisões AL: 1 prisão DF: 1 prisão ES: 1 prisão MA: 3 prisões MG: 6 prisões MS: 1 prisão PA: 2 prisões PB: 1 prisão PE: 1 prisão PI: 1 prisão PR: 4 prisões RO: 2 prisões RS: 1 prisão SC: 1 prisão SP: 4 prisões TO: 3 prisões Total: 33 prisões Armas apreendidas MA: 1 revólver 38 MG: 1 revólver 22 PA: 1 revólver 38/ 1 pistola .380/ 1 pistola 9mm/ 1 espingarda PR: 1 pistola .380 PE: 1 pistola 9mm RO: 1 pistola 9mm RS: 1 pistola 9mm SP: 1 revólver 38. Total: 11 armas apreendidas

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page