top of page

Orçamento de 2023: Bancada federal do RN destina emendas para estradas, barragem e hospitais


Barragem de Oiticica no Rio Grande do Norte obras RN (Arquivo) — Foto: Sandro Menezes


A bancada federal do Rio Grande do Norte, composta pelos oito deputados federais e três senadores potiguares no Congresso Nacional, quer destinar pelo menos R$ 284,8 milhões em emendas coletivas, dentro do projeto de lei do orçamento geral da União de 2023, para ações no estado.


O orçamento será votado em dezembro. Os maiores investimentos previstos pela bancada são para as áreas de saúde e infraestrutura. Se destacam, na lista, recursos para construção de um novo hospital em Natal, além das obras de duplicação da Reta Tabajara, na BR-304, e conclusão da barragem de Oiticica.

Segundo as informações repassadas pela assessoria da coordenação da bancada, os parlamentares pretendem destinar R$ 18,9 milhões para construção do hospital municipal de Natal. Dentro da área de meio ambiente, eles também destinaram R$ 5,5 milhões para a construção de um hospital veterinário na capital potiguar.


Os deputados e senadores também destinaram R$ 18.992.366,00 para a obra de Oiticica e o mesmo valor para continuidade da duplicação da Reta Tabajara, na BR-304, em Macaíba, na Grande Natal.


Também há previsão de investimentos em recuperação de uma estrada estadual. Foram destinados mais de R$ 18,9 milhões para pavimentação e manutenção da RN 203, entre São Tomé e Cerro Corá.


Não consta na lista, porém, recursos para a construção de um novo hospital de traumas na região metropolitana de Natal, que tinham sido solicitados pela governadora Fátima Bezerra (PT) durante reunião da bancada com gestores, no estado.


O documento foi concluído na última segunda-feira (14) e também destina recursos para a educação, agricultura, meio ambiente e saneamento básico, em menor escala.


No campo da agricultura, o único órgão beneficiado no estado será o Ministério da Agricultura, que deverá receber aportes que somam R$ 12,1 milhões para aquisição de equipamentos e custeio.


O mesmo ocorre na educação, onde o IFRN deverá receber R$ 18,4 milhões de emendas parlamentares para uso na aquisição de equipamentos e custeio.


No saneamento básico, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) deverá receber quase R$ 25 milhões para obras de saneamento básico rural. Valor de emendas por setor

  • Saúde - R$ 131.346.564,00

  • Infraestrutura - R$ 92.461.830,00

  • Saneamento - R$ 24.984.732,00

  • Educação - R$ 18.492.366,00

  • Agricultura - R$ 12.100.000,00

  • Meio Ambiente - R$ 5.500.000,00



Por G1 RN

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page