Papa Francisco recebe Ronaldinho Gaúcho e Daniel Alves no Vaticano

Nessa quinta-feira (19), o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o jogador Daniel Alves (da seleção brasileira) foram recebidos pelo Papa Francisco, no Vaticano em Roma. O encontro se realizou na Pontifícia Universidade Urbaniana.

Como se sabe, o Papa gosta de esporte, inclusive jogou basquete na sua juventude, além de ser um dos mais ilustres torcedores do time argentino San Lorenzo. Desta forma, ao receber os desportistas e atletas brasileiros Ronaldinho e Daniel, certamente, o pontífice se sentiu no seu lugar no esporte.


Imagem: Reprodução/Instagram


Os dois atletas brasileiros participaram do lançamento do projeto educacional criado pelo Papa, que expande a atuação da Fundação Pontífica Scholas Occurrentes, dando-lhe nova roupagem de uma associação privada a serviço dos fiéis, um idealização posta em prática por Francisco, que possibilita ampliar o intercâmbio internacional de redes de escolas católicas.


De acordo com Santo Padre, "a Fundação Pontifícia Scholas Occurrentes hoje continua expandindo sua ação caritativa e se estruturando como comunidade de comunidades e movimento educacional de caráter internacional, exige uma nova forma jurídica em conformidade com essa nova realidade”, disse.


Ronaldinho Gaúcho e Daniel Alves, que estavam acompanhados do compatriota do Papa, o ex-jogador argentino Maxi Rodriguez, e do vocalista da banda U2, Bono Vox, aproveitaram o lançamento do movimento educacional de caráter internacional e divulgaram a 3ª jornada da campanha “Nós jogamos pela paz”, organizada pela ONG We Play For Peace, inclusive anunciando o próximo jogo pela paz nos estádios, nas quadras e no mundo, que será realizado no Estádio Olímpico de Roma, em 10 de outubro deste ano.


Na cerimônia de cunho educacional, desportivo e religioso, os atletas presentearam o Papa Francisco com a camisa que simboliza o Fair Play no esporte e a paz no desporto.

15 visualizações0 comentário