top of page

Pesquisa inédita do Instituto EXATUS avalia transporte público de Natal

Usuários foram ouvidos em todas as regiões da cidade e falaram sobre pontualidade, cobertura das linhas e lotação

Ônibus Ribeira - Foto: José Aldenir



O Instituto EXATUS, reconhecido por sua atuação em pesquisas eleitorais e de opinião pública, acaba de realizar um estudo pioneiro em Natal, a pedido do jornal AGORA RN. A pesquisa, inédita em sua abrangência e detalhamento, entrevistou 603 usuários do transporte público em todas as regiões da capital potiguar, oferecendo uma visão atualizada sobre a percepção dos cidadãos em relação ao serviço.


Os usuários avaliaram aspectos cruciais do serviço, tais como: pontualidade dos ônibus, cobertura das linhas, limpeza dos veículos, segurança, lotação e disponibilidade de informações.


Esses critérios foram escolhidos para cobrir os elementos que impactam a experiência dos passageiros e a eficiência do sistema de transporte público na cidade.


Os resultados da pesquisa serão divulgados em uma série de reportagens nos próximos dias no jornal AGORA RN, permitindo que a população e os gestores públicos tenham acesso a dados concretos sobre a situação do transporte público na cidade.


FALTA DE LICITAÇÃO E TARIFA ALTA. O sistema de transporte público de Natal é frequentemente alvo de críticas de usuários, entidades e políticos. A principal crítica é à falta de uma licitação que defina as regras de operação para as empresas, que atualmente têm uma permissão precária para operar. Além de não ter regras bem definidas, as empresas também não têm garantia de equilíbrio econômico-financeiro.


Além disso, a tarifa do transporte é a terceira mais cara do Nordeste entre as capitais.


No mês passado, o Seturn, sindicato que representa as empresas de ônibus, pediu à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) que calcule uma nova tarifa para o transporte público da cidade já prevendo um reajuste salarial negociado com motoristas e cobradores. O pedido do Seturn é que a STTU avalie qual será o impacto do reajuste para a tarifa do transporte e os custos do sistema.


Em novembro do ano passado, a tarifa do transporte público de Natal subiu de R$ 3,90 para R$ 4,50, valor que está em vigor. Porém, segundo a STTU, o valor real da tarifa (a chamada tarifa técnica) é de R$ 4,95. Há um acordo para que essa diferença de R$ 0,45 por passageiro seja concedida às empresas através de abatimento em dívidas.



Agora RN.



2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page