top of page

Policiais penais não farão serviço extra no Carnaval por atraso nas diárias operacionais

Os policiais penais do Rio Grande do Norte não irão prestar serviços extraordinários na Operação Carnaval 2023. A informação foi confirmada pela presidente do sindicato da categoria (Sindppen-RN), Vilma Batista, pelo não pagamento de diárias operacionais desde dezembro do ano passado.



A Polícia Penal já iniciou a Operação Carnaval com a fiscalização das pessoas monitoradas com tornozeleira eletrônica no estado / Divulgação/Seap


Vilma Batista já tinha condicionado a aderência da categoria aos serviços extras desde que o Governo do Estado quitasse os valores de diárias operacionais do ano passado. Em reunião na manhã dessa quarta-feira (15), ela disse que o poder executivo propôs o pagamento de dezembro de 2022 para o dia 23 de fevereiro e as de janeiro deste ano, para o dia 10 de março. A proposta foi rechaçada.

"Desta forma se mantém o que foi decidido pela categoria no último ato, na segunda-feira, que nós não iremos tirar nenhum serviço extra no Carnaval. Zero diária operacional", afirmou Vilma Batista.


A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) divulgou os detalhes da operação nesta quinta-feira (16), junto das instituições que participarão do plano de segurança neste ano.

A pasta não detalhou como será o efetivo da Polícia Penal, mas assegurou a manutenção da operação. O titular da Sesed, Fracisco Araújo, reconheceu as dificuldades financeiras do governo, mas garantiu que os servidores serão pagos pelos trabalhos.



Com informações da Tribuna do Norte.

20 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page