Policial militar morre após ter mal súbito em protesto na Governadoria


Foto: ASSPMBM RN / Reprodução


Um policial da reserva morreu enquanto protestava em frente à Governadoria, no Centro Administrativo, em Natal, na tarde desta terça-feira (22). A assessoria de imprensa da Polícia Militar confirmou o óbito e disse que o homem sofreu um infarto fulminante.


Uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser deslocada ao local para socorrê-lo, mas não conseguiu reanimá-lo. De acordo com informações, o nome da vítima era Luciel de Lima Rodrigues, de 47 anos de idade, natural de Ceará Mirim. Desde 1999 era era 3º sargento lotado no 14º Batalhão de Polícia Militar, no município de João Câmara. Desde a manhã desta terça-feira (22), os policiais militares do Rio Grande do Norte realizaram protesto na manhã cobrando correção salarial e reunião com o Governo para tratar do tema. O Governo do Estado emitiu nota de pesar sobre o ocorrido. Leia na íntegra: "O Governo do Estado lamenta o falecimento do policial militar Luciel de Lima Rodrigues, natural de Ceará Mirim, 47 anos de idade, vítima de infarto no início da tarde desta terça-feira (22). O fato aconteceu no Centro Administrativo do Estado, no bairro Lagoa Nova, em Natal. Luciel foi incorporado à Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 28 de junho de 1999, era 3º sargento lotado no 14º Batalhão de Polícia Militar, no município de João Câmara. Aos familiares e amigos nossa solidariedade e sinceros sentimentos".

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados da PM, uma assembleia está marcada às 15h para decidir os próximos passos do movimento.


INFORMAÇÕES TRIBUNA DO NORTE

106 visualizações0 comentário