Preço da cesta básica chega a R$ 503 em Natal; variação em um ano é de 9%


Foto: Adriano Abreu


Em Natal, dentre as despesas com produtos essenciais, o custo com a alimentação por pessoa foi de R$ 503,24 em março, uma variação de 0,88% em relação ao mês anterior. Neste ano, o preço já variou em 2,48%, enquanto que nos últimos 12 meses o índice chega a 9,39%. Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema).


O grupo Alimentação e Bebidas, que responde por 32,43% dos gastos do orçamento familiar, apresentou uma variação positiva de 1,22% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: tubérculos, raízes e legumes (5,36%); frutas (3,08%); alimentação fora do domicílio (2,30%); sal e condimentos (2,12%); hortaliças e verduras (1,35%); e cereais, leguminosas e oleaginosas (1,11%).


Já o grupo Transporte apresentou uma variação positiva de 2,07%. Os itens que mais contribuíram para esse aumento de preços foram: combustíveis de veículos (5,66%), transportes públicos (1,73%) e veículo próprio (0,62%).


O setor de Habitação apresentou neste período uma variação positiva de 0,73% em função do aumento de preço na recreação (1,34%).


Cesta Básica


O custo da cesta básica na cidade do Natal apresentou em março uma variação positiva de 1,20% em relação a fevereiro. Nas despesas com os produtos essenciais, o custo com a alimentação por pessoa foi de R$ 503,24. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 2.012,96. Se a essa quantia fossem adicionados os gastos com vestuário, despesas pessoais, transportes etc., o dispêndio total seria de R$ 6.207,21.


Dos treze produtos que compõem a cesta básica, dez tiveram variação positiva: legumes (11,79%), frutas (4,94%), óleo (2,55%), margarina (1,52%), café (1,50%), carne (1,29%), tubérculos (1,29%), farinha (1,10%), feijão (0,84%) e açúcar (0,20%).


As variações negativas ocorreram em três produtos restantes: leite (-10,59%), arroz (-1,58%) e pão (-0,04%).


Março de 2022

Variação no mês: 0,88%

Variação no ano: 2,48%

Variação em 12 meses: 9,39%

5 visualizações0 comentário