top of page

Prefeito de São Gonçalo estima prejuízo de R$ 10 milhões com incêndio em depósito de medicamentos


Foto: Reprodução


O incêndio provocado no depósito de medicamentos da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante gerou um prejuízo é estimado inicialmente em R$ 10 milhões. É o que afirma o prefeito Eraldo Paiva (PT). De acordo com ele, todo o fornecimento de medicamentos e insumos de saúde para o município ficou comprometido.


Segundo Eraldo Paiva, além dos medicamentos, equipamentos de alto valor também ficaram completamente destruídos. "Tivemos uma destruição tanto na parte física quanto na parte de equipamentos, alguns que são modernos, para guardar vacinas, remédios queimados... A população toda está de luto", disse o prefeito.

Ainda avaliando o prejuízo, o gestor disse que terá reuniões nesta manhã para traçar as estratégias para reposição dos medicamentos e fornecimento do que for necessário para as unidades de saúde que atendem os 115 mil habitantes de São Gonçalo do Amarante.

"É um prejuízo enorme para toda a população", resumiu.


Ataque


Um incêndio atingiu um depósito de medicamentos da sede da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, Grande Natal, na madrugada desta sexta-feira (17). Segundo o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), o fogo teve início às 2h55 e contido por volta das 3h30. Ninguém ficou ferido.

A Polícia Militar informou que equipes de policiais ainda estão no local realizando diligências para conseguir localizar os responsáveis pelo incêndio. De acordo com a CBM, fora o depósito, as demais repartições da sede não foram atingidas.


A Polícia Civil esteve no local e vai investigar o caso. A Guarda Municipal de São Gonçalo do Amarante também esteve no local para prestar apoio.

19 visualizações0 comentário
bottom of page