top of page

Problema com datas, faz a FNF alterar o formato do Campeonato Potiguar 2023



A fórmula de disputa do Campeonato Potiguar de 2023 sofreu uma reviravolta. Problemas ligados ao calendário obrigaram a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) a acabar com os turnos e formular a competição com dois grupos, nos moldes da Copa do Nordeste. O início da disputa agora está previsto para o dia 11 de janeiro.

Pelo novo formato, as equipes serão divididas em grupos e, assim como na competição regional, os confrontos serão realizados com os clubes de um grupo enfrentando os do outro. No grupo A estão ABC, Potiguar-CN, Santa Cruz e o campeão da segunda divisão. No B se encontram América, Potiguar de Mossoró, Força e Luz e o Globo.


Ao final dos confrontos da primeira fase, os dois melhores classificados de cada grupo avançam para o quadrangular da segunda fase, onde os classificados vão se enfrentar também em jogos de ida e volta. Os dois primeiros colocados desta fase, vão realizar a grande final. Com relação ao rebaixamento, ele será definido numa espécie de duelo da morte, envolvendo os dois últimos colocados de cada grupo da primeira fase. Assim como a final, a degola será definida em jogos de ida e volta.


Entre os dois finalistas, a vantagem do empate foi abolida por maioria de votos, neste ponto, apenas o presidente do ABC, Bira Marques foi contra e acabou como voto vencido. O clube que obtiver o melhor aproveitamento na competição no geral, terá apenas a vantagem de realizar o segundo e decisivo confronto como mandante.


A nova formatação teve de ser realizada por questões de problemas com o calendário provocada pelos choques de datas com as Copas do Nordeste e do Brasil e que acabariam prejudicando o andamento da competição local. Se América e Globo conseguirem passar pela pré-Copa do Nordeste e se juntarem ao ABC na fase de grupos da competição regional, o mês de março não teria espaço para que esses clubes disputassem os jogos locais.


“Fui alertado sobre essa possibilidade e me convenci que seria necessário alterar a fórmula da competição, que se fosse disputada em turnos, como dois jogos de semifinais, mandaria a decisão para segunda quinzena de maio, quando os nossos clubes já estarão disputando o Brasileirão e seria complicado encaixar dois jogos decisivos”, explicou o presidente da FNF, José Vanildo.

O dirigente também alertou que com a modificação a competição estadual ficará mais competitiva e alertou aos representantes dos clubes que não economizem na montagem de suas equipes.

“Com o bom ano que os nossos clubes tiveram no Brasileirão, será bem provável que a FNF ultrapasse a Federação Maranhense no ranking da CBF, isso se confirmando nós teremos mais vagas para a Série D e para a Copa do Nordeste. Então esse é o momento de investir, porque é através do Estadual que todas essas portas serão abertas”, destacou.

6 visualizações0 comentário
bottom of page