top of page

Projeto Catedral Interativa exibe história completa da Matriz de Sant’Ana de Caicó

Peça importante da história e da religiosidade do Seridó, a Catedral de Caicó dedicada a Sant'Ana é um patrimônio potiguar de 275 anos, que agora pode ter sua longa trajetória mais conhecida e apreciada através da tecnologia. O projeto “Catedral Interativa” oferece aos visitantes e fiéis uma experiência virtual e audiovisual através de placas de QR Code espalhadas por todo o templo. Cada ponto exibe curiosidades que envolvem a história da igreja. A ação é uma iniciativa do portal Caicó Criativa, com patrocínio do Edital de Economia Criativa 2022 do Sebrae-RN.



Material elaborado por pesquisadores reúne histórias e curiosidades sobre a igreja, como as autoridades sepultadas no local e a construção da segunda torre / Divulgação/Sebrae


Além da origem da catedral e das imagens de Sant’Ana, são destacadas curiosidades como: as autoridades sepultadas na igreja; os bancos particulares do passado; a construção da segunda torre e outras mudanças arquitetônicas; a época em que a igreja sediava as eleições; a dimensão do território da Freguesia de Sant’Ana do Seridó, que já incluiu parte da Paraíba; a construção do Arco do Triunfo; entre outras, sendo ao todo 20 tópicos. O material foi produzido a partir do trabalho dos pesquisadores Iracema Nogueira, Adauto Guerra, Sebastião Arnóbio, Dikson Freire e Padre Gleiber Dantas.


Segundo Diego Vale, produtor do projeto Catedral Interativa, o objetivo é proporcionar ao turista e visitante da catedral uma experiência diferenciada. Basta apontar a câmera do celular para as placas fixadas e ter acesso aos conteúdos audiovisuais. “A ideia é que durante o ano inteiro, e não apenas na Festa de Sant’Ana, as pessoas possam visitar e conhecer mais sobre o nosso patrimônio, mesmo que não exista um guia ou condutor local”, ressaltou.


O padre Alcivan Tadeus, paróco de Sant'Ana, definiu o projeto como “inovador”, algo que vai acentuar a comunicação da igreja caicoense com os seus vistantes. “Mais um passo dado com a tecnologia a nosso favor para ajudar a quem quer aprender mais sobre a religiosidade e a cultura do sertão do Seridó”, disse. “É um projeto que dialoga o físico com o digital, mostrando a nossa cultura para todas as gerações”, completou Pedro Medeiros, gerente da Agência Sebrae no Seridó Ocidental.


Patrimônios imateriais


O projeto Catedral Interativa foi aprovado na categoria 'Patrimônio Imaterial' do Edital de Economia Criativa 2022 do Sebrae, uma nova categoria acrescida na última edição da chamada pública. Em 2010, a Festa de Sant’Ana de Caicó já havia sido considerada Patrimônio Imaterial do Brasil, inscrita no Livro das Celebrações do Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.


Outro projeto, lançado em julho de 2022, com apoio do Sebrae para contribuir com a salvaguarda da Festa de Sant’Ana, foi o álbum de colorir da Revista Collecione, uma publicação voltada principalmente para crianças, que conta a história do evento, e destaca os elementos essenciais desse patrimônio cultural.


A existência da Catedral de Sant´Ana está ligada ao crescimento do povoado de Queiquó e sua importância religiosa. No ano de 1748 foi criada a freguesia da Gloriosa Santa Ana do Seridó, e iniciada a construção do templo. Ao logo dos séculos, o local passou por várias alterações. Em 1824, Frei Caneca visitou Caicó e descreveu a matriz como uma “igreja pequena, nova e bem paramentada”.


Em 1920 foram suprimidas as tribunas afim de tornar a igreja mais clara, ventilada e funcional; as cadeiras individuais foram substituídas por bancos coletivos, e instalada a iluminação elétrica no seu interior. Em 1955 foi construída a segunda torre. Ao longo da década de 80 e início de 90, várias pequenas reformas e mudanças foram feitas na catedral. A igreja apresenta atualmente uma mistura de estilos, entre o colonial, neoclássico, e gótico.





Com conteúdo da Tribuna do Norte

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page