top of page

Rogério Marinho dá largada na campanha de Bolsonaro no RN


Foto: Adriano Abreu


A campanha pela reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) no Rio Grande do Norte teve início neste sábado (8), em Natal, com uma carreata que movimentou milhares de apoiadores por ruas e avenidas das zonas Oeste e Norte da capital. O senador eleito Rogério Marinho (PL), que foi designado para coordenar a campanha de Bolsonaro no segundo turno, disse que a prioridade será “falar a verdade”. “É a grande arma que a gente tem. Se a população comparar vai entender que esse é o governo que mais ajudou o Nordeste e o Rio Grande do Norte”, disse o ex-ministro do Desenvolvimento Regional.


Rogério Marinho discursou aos manifestantes e disse que recebeu um pedido do presidente para ajudar a reverter o cenário do primeiro turno no Estado, onde Bolsonaro teve 31,02% dos votos válidos frente a 62,98% dos votos contabilizados para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Nós sabemos qual é o lado do bem, aonde estão os homens e as mulheres que amam esse País, esse Estado e essa cidade. O Nordeste brasileiro não é propriedade de ninguém. O Nordeste brasileiro é o sal da terra”, afirmou no palanque.


A pouco mais de 20 dias do segundo turno, Rogério Marinho criticou governos anteriores durante sua fala. “O povo está atento, o povo sabe a verdade. De um lado estão aqueles que defendem a família, do outro estão aqueles que querem destruir a família. Há 14 anos nós tivemos um governo que foi marcado pelo corporativismo, pelo aparelhamento do Estado, pelo assalto às nossas grandes companhias públicas, pelo desmonte das previdências, das estatais brasileiras”, disse ele.


O líder da campanha bolsonarista no Estado conclamou que os apoiadores saiam às ruas para tentar conquistar novos votos. “O povo vai fazer a sua parte para que nós possamos conquistar mais um, trazer mais alguém, dizer que é necessário salvarmos o futuro, não apenas nosso, mas dos nossos filhos e dos nossos descendentes. Proteger os nossos valores e as nossas famílias, proteger o nosso modo de vida e continuar esse trilho de desenvolvimento e transformação que o Brasil começou com o presidente Jair Messias Bolsonaro”, destacou.


Ao lado de Marinho estavam o prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB), o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) e Fábio Dantas, que ficou na segunda colocação no pleito para o Governo do Rio Grande do Norte, atrás de Fátima Bezerra (PT). O deputado federal reeleito General Girão (PL) e o deputado estadual reeleito Coronel Azevedo (PL) acompanharam a carreata. Também participaram do ato o deputado federal eleito Sargento Gonçalves (PL) e o deputado estadual Wendel Lagartixa (PL).


Percurso


A carreata, chamada pelos organizadores de “Largada pela Vitória”, saiu da Avenida Paraíba, no bairro de Cidade da Esperança. A empresária Tereza Cortêz chegou cedo na concentração da manifestação e enfrentou o sol forte e para acompanhar o trajeto. “A gente está muito confiante na vitória do presidente Bolsonaro. Eu estou muito esperançosa. Estamos fazendo uma campanha muito boa, organizada, com cada um trazendo mais um. Aquele que não votou, aquele que não conseguiu ir votar, vai votar agora e tenho certeza que no dia 30 vamos comemorar a vitória”, afirma.

Em seguida, o ato percorreu as vias Campina Grande, Adolfo Gordo, Avenida 7, Rua dos Pegas, Mário Negócio, Felizardo Moura, João Medeiros Filho, Rio Doce, entre outras. A carreata também passou por regiões da zona Norte da capital, como Vale Dourado, Gramoré, Pajuçara e Redinha. O ato foi encerrado no início da noite, após discursos de lideranças do PL no Estado.


Na sexta-feira (7), a campanha de Jair Bolsonaro no Rio Grande do Norte recebeu o apoio formal do partido União Brasil, presidido pelo ex-governador e ex-senador José Agripino. Durante o anúncio do apoio, Agripino disse que se reuniu com Bolsonaro no Palácio da Alvorada em Brasília.

O segundo turno das eleições está marcado para o dia 30 de outubro. A disputa será entre o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Lula (PT). Além da corrida presidencial, a decisão também ficou para o segundo turno em 12 estados: Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page