top of page

Série B: ABC cede empate aos 58 minutos de jogo

O ABC vencia o Atlético Goianiense por 1 a 0 até os 58 minutos na noite desta quarta-feira (28), no estádio Frasqueirão quando tomou o gol do empate em 1 a 1. A partida foi válida pela Série B do Campeonato Brasileiro.


Rennê Carvalho/ABC


O Alvinegro foi pra campo com modificações e apostando na ofensividade para conseguir a segunda vitória na competição nacional. O técnico Allan Aal optou por ter, por exemplo, Thonny Anderson e Matheus Anjos no time titular, o que seria garantia de criatividade para o meio campo e ataque abecedistas.

Já o rival goianiense fez poucas mudanças para o duelo. O técnico Alberto Valentim manteve as esperanças no atacante Kelvin, ex-ABC e no meia Shaylon. A expectativa era de muita velocidade e verticalidade para cima da defesa Alvinegra, que começou a rodada como a mais vazada da Segunda Divisão.

A chuva que teimou em cair durante todo o dia na capital potiguar deu uma pausa pouco antes da bola rolar em Ponta Negra. A parada ajudou a drenagem do Frasqueirão e a o gramado estava em prefeito estado quando o árbitro do Distrito Federal, Rafael Martins Diniz.

O treinador do time potiguar optou por começar com Fábio Lima pela direita e Matheus Anjos na esquerda com Felipe Garcia centralizado. Na meia Thonny Anderson “dava as cartas” no processo criativo. Pelas alas Gedeilson foi improvisado na esquerda e Alemão fez a dele pela direita.


O Alvinegro começou intenso tentando pressionar o adversário e abrir o marcador logo de início. A equipe do Atlético/GO tentava cadenciar o jogo e sair da defesa para o ataque com o famoso “jogo apoiado”.


Aos 15 minutos o ABC saiu bem pelo lado direito. Wallace percebeu a fuga de Fábio Lima pela direita. O atacante recebeu, avançou e cruzou bem. Felipe Garcia chegou, mas foi pressionado pela marcação e ganhou só o escanteio.


O ABC tinha mais posse de bola e um relativo controle do jogo até os 30 minutos de bola rolando. No entanto, o time tinha dificuldade para armar o lance de gol no terço final de campo. Com isso as chances reais não apareciam e o tempo, para quem precisava vencer, era mais um “inimigo”.

Somente aos 35 minutos o Alvinegro mudou essa realidade. Em uma jogada rápida o time atacou pela esquerda e, no cruzamento, a defesa deu rebote. Wallace chegou de frente e mandou um “balaço” para o gol. Diego Loureiro fez uma grande defesa e mandou para escanteio. Depois disso o jogo diminuiu o ritmo e foi para o intervalo.


O ABC voltou para o segundo tempo com uma mudança no time. Allan Aal tirou Wellington Reis que tomara um cartão amarelo na etapa inicial e colocou Ramon em campo. Utilizando do mesmo expediente Alberto Valentim tirou o “amarelado” Raudley e colocou Airton para jogar.


Aos 14 minutos o ABC chegou bem pela primeira vez na etapa final. Em uma jogada de velocidade, Alemão avançou, tabelou com Felipe Garcia e chutou de esquerda. A bola passou perto da trave esquerda do goleiro Diego Loureiro.

E o goleiro atleticano voltou a ser personagem importante no jogo. Aos 31 minutos ele cometeu pênalti no meia Thonny Anderson e acabou sendo expulso. O lance só foi confirmado após o VAR intervir e chamar o juiz do jogo para a revisão. Na cobrança, o camisa 10 bateu bem e abriu o marcador para o ABC.

Em um lance bobo, no ataque, o centroavante Felipe Garcia, que fazia um jogo apagado, deixou o cotovelo e foi flagrado pelo VAR. O árbitro foi chamado e o camisa 9 acabou sendo expulso. Com isso, o time visitante foi para a pressão final e aos 58 minutos David Braga aproveitou a falha de Simão e empatou o jogo.




Com informações da Tribuna do Norte.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page