S O S PERNAMBUCO: a solidariedade e o amor podem amenizar a dor e o sofrimento


Imagem: Reprodução


Nos últimos dias, as chuvas com grande intensidade vem atingindo o Estado de Pernambuco, principalmente em Recife e regiões metropolitanas da Zona da Mata e do Agreste, provocando muitas mortes e desabrigando milhares de pessoas que moram em áreas em situação de risco.


A situação se agravou quando na última quarta-feira (25), em menos de 48 horas, choveu 258mm, que segundo a Defesa Civil, superou a média esperada para todo o mês de maio, que é de 328,00mm. E, partir daquele momento, continua chovendo e, cada vez mais, agravando a situação de calamidade pública instalada naquela região, haja vista os deslizamentos de encostas e morros, soterrando pessoas com mortes e muitas pessoas feridas e desabrigadas.


As chuvas na Grande Recife, até ontem (30), resultou em 93 mortes, 26 pessoas desaparecidas, mais de 6.000 desabrigadas, além da destruição de casas, ruas e avenidas e do prejuízo patrimonial imensurável às vítimas, que perderam seus utensílios domésticos.


Na noite dessa segunda-feira (30), Ana Rita Suassuna, que é titular da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos, da Prefeitura do Recife – PE, alertou sobre a necessidade e a importância das doações recebidas e enalteceu o senso de solidariedade e de amor das pessoas nestes momentos de dor e de desespero social. Segundo Rita, já há bastantes roupas doadas e clama pela doação de outros produtos ainda insuficientes para atender as demandas e necessidades do grande número de desabrigados e afirma "Estamos precisando de kits de higiene, como shampoo, sabonete, creme dental, escova de dente, pente e desodorante. Também há a necessidade de material de limpeza, como água sanitária, pano de limpeza, vassoura, rodo, saco de lixo e pá de lixo", ressalta.


Ações de governo

Pelo Twitter oficial, o governo de Pernambuco informa que “colocou à disposição mais de 1,2 mil profissionais do Corpo de Bombeiros, Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), Polícia Militar e Assistência Social”.


O governador Paulo Câmara também informa sobre a logística que o Estado tem adotado para salvar vidas e restabelecer a dignidade das vítimas desta catástrofe social, em decorrência das fortes chuvas que caem sobre Pernambuco. Enaltecendo as ações de governo, twitta que “além do resgate, as aeronaves vêm transportando água e alimentos para comunidades isoladas ou fortemente atingidas pelas águas, como Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. Desde a sexta-feira (27), mais de 46 mil chamados foram feitos ao 193, com deslocamento das equipes”.


A assessoria de comunicação da Prefeitura de Recife informa que “está adotando uma série de medidas devido ao alto volume de chuvas registrado no Recife, sobretudo nas últimas 12 horas. As aulas da rede municipal de ensino estão suspensas e recomendamos a suspensão na rede privada de ensino também. (...) Equipes da Defesa Civil estão acompanhando a situação das áreas de morro da cidade e a CTTU está monitorando e orientando sobre os pontos com alagamentos. Infraestrutura e Emlurb estão mobilizadas paras demandas de poda e retirada de árvores, além de serviços de desobstrução da rede de drenagem".


Nesta segunda-feira (30), presidente Jair Bolsonaro (PL) visitou Recife e, acompanhado de autoridades, sobrevoou as áreas atingidas pelas chuvas, lamentou a tragédia e expressou o sentimento de tristeza para com as vítimas. Logo após, concedeu entrevista coletiva com os ministros Anderson Torres (Justiça), Carlos Brito (Turismo), Daniel Ferreira (Desenvolvimento Regional), Marcelo Queiroga (Saúde) e Ronaldo Bento (Cidadania), prometendo ajuda financeira e apoio logístico para minimizar os efeitos da catástrofe na grande Recife.


Das doações

Neste momento de sofrimento e de dor, as pessoas têm demonstrado a força dos corações e do sentimento de empatia com o seu semelhante, principalmente na dificuldade, o que representa o apreço pela vida, pela fraternidade e bem comum de todos.


É com este espírito de comunhão e de respeito ao ser humano, que as doações têm sido feitas em grande quantidade e qualidade, pois tanto pessoas físicas como jurídicas estão participado do movimento solidário, não só em Recife-PE, mas em ações promovidas em todos os Estados da Federação.


Em Natal, por iniciativa do Padre Nunes, pároco da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, foi lançada a campanha pela doação para ajudar aos irmãos da Grande Recife.


Pelo Facebook, o Padre Nunes conclama a todos para se engajarem neste ato de solidariedade e amor e transmite a seguinte mensagem: “nossos irmãos de Recife estão precisando de nossa colaboração. Estamos organizando em nome da Paróquia uma grande ação de doação de donativos para os desabrigados em Recife. Precisamos de doações de roupas, lençóis, cestas básicas”.


Local de entrega em Natal

Padre Nunes alerta que “As doações serão recebidas no Salão Paroquial da Matriz (Neópolis) segunda-feira (30/05) e terça-feira (31/05) e já na quarta-feira serão enviados para a Arquidiocese de Recife”.

Locais para doações

Pessoas Físicas ou jurídicas (ONGs, Associações, igrejas e entidades privadas), podem participar do Projeto Solidário instituído pelo Governo do Estado de Pernambuco, pelo prefeito de Recife e pela comunidade afetada pelas chuvas, mantendo contatos com a Central de Arrecadação pelos números: (81) 9879.12705 e (81) 3355.9412 ou enviar e-mail para doacaorecifesolidario@gmail.com.


Demandas Prioritárias


- Kit higiene: shampoo, sabonete, escova e creme dental, pente e desodorante;

- Kit de limpeza: detergente, água sanitária, pano de limpeza, vassoura, rodo, bucha, desinfetante, saco de lixo e pá de lixo;

- Lençol, travesseiro e cobertor;

- Cesta básica e leite;

- Roupas para crianças.


10 visualizações0 comentário