top of page

Sem vencer desde dezembro de 2020, Parnamirim quebra jejum e supera Laguna por 3 a 2


Foto: Reprodução/Laguna


A disputa entre Laguna e Parnamirim aconteceu no último domingo (22), no estádio Frasqueirão, em Natal, e surpreendeu quem estava nas arquibancadas. De um lado o time invicto, e do outro o lanterna da 2ª divisão do Campeonato Potiguar, que não saia vitorioso de uma partida profissional desde dezembro de 2020. Contra o que seria esperado nesta 4ª rodada, o time parnamirinense quebrou o jejum e venceu a equipe vegana por 3 a 2.


O Laguna abriu o placar aos 19 minutos ainda do primeiro tempo com Zé Arthur. O time para o vestiário com a vitória nas mãos, mas o segundo tempo teve uma grande reviravolta. Aos 11 minutos Erivan empatou. Fillipi Pires abriu vantagem para o Parnamirim aos 27 minutos, mas logo aos 30 Adriano Napão trouxe o empate novamente ao placar.


O empate já seria uma superação para o Parnamirim, já que o último teria acontecido ainda em 12 de outubro de 2022, em partida contra o Visão Celeste, válido pela 5ª rodada da 2ª Divisão daquele ano. Em 2023, na primeira rodada saiu derrotado por 4 a 1 contra o Mossoró, na segunda rodada por 5 a 0 para o Riachuelo, e na terceira por 3 a 2 na disputa contra o Alecrim.


Em um contra-ataque, aos 36 minutos o destino do placar foi decretado. Ítalo domina a bola e sai em velocidade pela esquerda do campo, faz o passe para Erivan e vira o jogo de lado, que não perdeu a oportunidade e deixa para Renan, no centro da grande área, balançar as redes e conquistar a primeira vitória após quase três anos de jejum para a equipe do Parnamirim.


No histórico entre as equipes, também houve quebra de invencibilidade. A última partida entre Laguna e Parnamirim teve goleada. Na 9ª rodada em 2022, os veganos venceram os parnamirinenses por 9 a 0.


Técnico do Laguna nega água a jogador do Parnamirim

A distribuição de água, independente das equipes, é uma atitude desportiva comum no futebol. Atendimentos acontecem em campo, ou durante paradas, jogadores consomem água que estão destinadas a comissão de seus adversários, sem conflitos. No entanto, a partida entre Laguna e Parnamirim teve uma cena diferente.


Erivan, ao deixar o jogo durante os 49 minutos do segundo tempo, sai do campo pelas proximidades da área técnica do Laguna. Ele vai em direção ao conjunto de garrafas de água e pega uma para se hidratar, mas prontamente é confrontado pelo técnico Gustavo Nabinger, que retira a garrafa da mão do jogador, joga ao chão e empurra Erivan. A ação repercutiu nas redes sociais e recebeu diversos comentários de repúdio à atitude do técnico. Na publicação de resumo do jogo no Instagram do Laguna, um dos comentários diz “Negar água? Rídiculo”, e outro cita “Como um clube que se diz vegano, protetor da causa animal, tem como treinador uma pessoa que nega água a um atleta adversário? Que atitude rídicula”.



Tribuna do Norte.

2 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page