top of page

Semana da Mata Atlântica terá atividades ecológicas no Parque das Dunas

Evento acontece de 23 a 27 de maio, com o intuito de sensibilizar e informar a população sobre um dos biomas mais ameaçados do mundo.





O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, por meio do Parque das Dunas, promoverá uma semana repleta de atividades dedicadas à preservação, valorização e recuperação da Mata Atlântica, um dos biomas mais diversos e ameaçados do Brasil. Sob o tema “Viva o Parque, Salve a Mata”, o evento acontece de 23 a 27 de maio, com o intuito de sensibilizar o público sobre a importância da conservação desse ecossistema vital para muitas espécies.


Durante a semana, visitantes, alunos, pesquisadores, professores e comunidade local poderão participar de uma série de atividades educativas, como as trilhas interpretativas, brincadeiras, minicurso de botânica, roteiro pedagógico, entre outras atividades que abordam a biodiversidade da Mata Atlântica. Por meio dessas iniciativas, o Parque das Dunas destaca a necessidade urgente da restauração desse bioma único, que abriga uma rica variedade de espécies vegetais e animais, muitas das quais, são endêmicas e ameaçadas de extinção. A Mata Atlântica abrange cerca de 15% do território nacional, em 17 estados. É o lar de 72% dos brasileiros e concentra 80% do PIB nacional.

Realizada anualmente visando informar, sensibilizar e divulgar as ações em prol das áreas protegidas no Estado do Rio Grande do Norte, a Semana é uma alusão ao Dia Internacional da Diversidade Biológica e ao Dia Nacional da

Mata Atlântica, celebrado nos dias 22 e 27 de maio, respectivamente.


“É fundamental que todos compreendam a grande importância da Mata Atlântica para a saúde do nosso planeta e para o bem-estar das gerações futuras. Por meio de eventos como este, buscamos inspirar ações concretas para proteger e restaurar esse precioso bioma”, disse a gestora do Parque das Dunas e presidente da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Mary Sorage.


Como primeira atividade da programação, no dia 23, teremos o “Minicurso da Botânica: técnicas de Coleta, Herborização e Inventário Florístico”, com o botânico Alan Roque. Com aulas teóricas e práticas, o Minicurso iniciará às 8h, no Laboratório de Botânica, no Centro de Pesquisas do Parque das Dunas. Para participar, é necessário inscrição prévia no site do Parque.


Nos dias 23 e 24/05, o Parque ofertará a atividade “Roteiros Pedagógicos”, voltada para gestores escolares e professores, e acontecerá das 8h às 12h e das 14h às 16h30. Na oportunidade, os grupos terão a oportunidade de conhecer de perto alguns serviços no âmbito da educação ambiental desenvolvidos no Parque das Dunas, como as Salas de Exposição, realizar a Trilha Perobinha, visitar o Viveiro de Mudas e Unidade de Amostra.

Para encerrar a Semana com chave de ouro, no dia 27 de maio, Dia Nacional da Mata Atlântica, haverá um Plantio de Mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, das 9h às 12h, com as equipes que atuam na sede do Idema e do Parque das Dunas.


“Falamos de um dos biomas mais biodiversos do mundo, e, ao mesmo tempo, o mais ameaçado. O Bioma agoniza e nós precisamos, diante de tanta destruição, ter muita vontade em fazer a diferença. A floresta espera ações urgentes de nossa parte”, comentou Sorage.


O evento não apenas proporcionará momentos de aprendizado e reflexão, mas também, inspiração para ações contínuas em prol da conservação da Mata Atlântica, reforçando o compromisso do Parque das Dunas e de sua comunidade em promover um futuro mais sustentável para todos.

“Proteger e restaurar esse ecossistema crucial é uma responsabilidade compartilhada por todos nós. Ao reconhecer o valor da Mata Atlântica e trabalhar juntos para sua preservação, estamos investindo no futuro sustentável não apenas do Brasil, mas de todo o planeta”, finalizou.



Novo notícias.


1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page