Servidores públicos do Estado começam a receber os salários do mês de junho, nesta quarta-feira (15)

O pagamento dos salários começa no meio do mês e se estenderá até o dia 30 de junho, quando todo o funcionalismo do Estado do RN, incluindo ativos, inativos e aposentados, terá recebido integralmente os seus vencimentos.



Foto: Sandro Menezes


Seguindo o cronograma estabelecido pela governadora Fátima Bezerra, de pagamento da folha salarial do funcionalismo do Estado dentro do próprio mês trabalhado, nesta quarta-feira (15) os servidores começam a receber os salários referentes ao mês de junho.


De acordo com a Assessoria de Comunicação do governo do RN (Assecom-RN), nesta quarta-feira (15), começa a ser adiantado o pagamento do mês de junho para mais de 80% do funcionalismo estadual, com o depósito de mais de R$ 261 milhões na conta de 95 mil servidores. Os 22 mil servidores restantes também receberão dentro do mês trabalhado, no próximo dia 30.


O salário integral será depositado na conta de quem recebe até R$ 4 mil (valor bruto) e 30% do salário dos servidores que ganham acima desse valor, entre ativos, inativos e pensionistas, num total de R$ 202 milhões, além do pagamento integral do salário à categoria da Segurança Pública, correspondente a R$ 107 milhões.


No próximo dia 30, receberão o salário integral os servidores das pastas com recursos próprios e da Educação, além dos 70% restantes de quem ganha acima de R$ 4 mil, que somado ao valor de consignação, completam os quase R$ 234 milhões da folha de R$ 538 milhões deste mês.


Dignidade reconhecida e planejamento familiar


O pagamento antecipado, além de ser uma ação de garantia da dignidade do servidor público estadual, também significa o reconhecimento do governo do RN pela importância dos serviços prestados pelo funcionalismo.


Importante mencionar que, com a gestão responsável de pagar em dia os salários dos seus servidores, o governo oferece ao trabalhador a possibilidade de fazer o planejamento com segurança das finanças domésticas.


Aquecimento do comércio e arrecadação


Os salários pagos em dia, também vão contribuir para o acréscimo da movimentação do comércio local, principalmente neste mês das festas juninas, já que há uma enorme demanda e crescimento do setor de serviços. Assim, ao mesmo passo que favorece a circulação do capital no próprio município, promove o aquecimento do comércio e, de modo geral, desenvolve a economia.


Ademais, a alta nas vendas e do consumo de serviços, automaticamente favorece a arrecadação de impostos estaduais, reforçando o caixa governamental, que poderá melhorar os melhores investimentos na saúde, educação, segurança e transporte públicos.


De acordo Marcelo Queiroz, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio RN), a circulação dos valores decorrentes de pagamento da folha salarial do funcionalismo estadual aquece a economia, pois (...) grande parte destes recursos irriga o comércio e os serviços, seja na forma de consumo direto, seja com o pagamento de dívidas que reabilitam os consumidores de crédito”, afirmou Queiroz.

4 visualizações0 comentário