top of page

Sesap desmente que morador de rua em Mossoró tenha sido morto por queimaduras de óleo

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) veio a público, nesta segunda-feira (30), através de uma nota oficial, desmentir a versão de que Antônio Luiz Rodrigues, de 48 anos, que vivia em situação de rua em Mossoró, teria ido a óbito na última sexta-feira (27), vítima de queimaduras por óleo quente, como foi divulgado para a imprensa por um familiar dele.

Divulgação


De acordo com a Sesap, uma infecção generalizada foi a verdadeira causa da morte. Antônio Luiz foi levado ao Hospital Regional Tarcísio Maia com um quadro de infecção urinária avançada, que evoluiu para uma infecção generalizada, septicemia e óbito. Ainda de acordo com a pasta, o paciente já tinha um histórico de infecções urinárias e usava uma bolsa de colostomia.

O caso foi muito noticiado e ganhou muita repercussão na mídia potiguar durante o final de semana. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) chegou a abrir um inquérito para investigar a morte do morador.


Confira na íntegra a nota da Sesap

"A SESAP em nome do Hospital Regional Tarcísio Maia esclarece que o paciente citado na reportagem deu entrada na unidade no dia 24 de janeiro com histórico de infecções urinárias e atendimentos em Unidades de Pronto Atendimentos da cidade de Mossoró. O paciente era colostomizado e na entrada do hospital, o diagnóstico foi infecção urinária avançada, que evoluiu para uma infecção generalizada, septicemia e óbito no dia 27 de janeiro. A unidade hospitalar fez todos os procedimentos possíveis para salvar o paciente."





Com informações da Tribuna do Norte.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page